bolsas_estudo

Secretaria da Saúde libera vacinas da gripe para toda a população a partir de segunda-feira (3/6)

Secretaria da Saúde libera vacinas da gripe para toda a população a partir de segunda-feira (3/6)
Secretaria da Saúde libera vacinas da gripe para toda a população a partir de segunda-feira (3/6)

 

 

Com o fim da Campanha de Vacinação Contra a Gripe Influenza nesta sexta-feira (31/5), o resultado da baixa procura dos grupos prioritários pela imunização permitiu à Secretaria da Saúde de Joinville a liberação da vacinação para toda a população a partir de segunda-feira, dia 3 de junho. A medida segue orientação do Ministério da Saúde.

Segundo Henrique Deckmann, gerente da Vigilância em Saúde da SES, apesar da liberação para toda a população, os grupos de risco continuam tendo prioridade para a vacinação, porém, agora, vão dividir as doses restantes com toda a população. Serão 29 mil doses da vacina contra a gripe disponíveis para toda a população. A ação vai durar até terminar este estoque.

“As pessoas dos grupos de risco que tem interesse de receber a vacina contra a gripe sem custo, devem procurar o quanto antes as unidades de saúde, pois não haverá reposição. Serão distribuídas enquanto durarem os estoques”, informa Deckmann.

Os dados do Serviço de Imunizações de Joinville mostram que 75,37% do público alvo, aproximadamente 108 mil pessoas, foram vacinados até as 18 horas desta quinta-feira (30/5), penúltimo dia da campanha. Os menores índices e os mais preocupantes são os resultados da vacinação das crianças (62,93%), dos doentes crônicos (66,9%), e das gestantes (58,13%). O resultado se torna mais preocupante porque houve a confirmação de mais casos de contagio pelo vírus, somando nove infecções pelo vírus Influenza A (H1N1) e quatro pelo Influenza A (H3N2).

“A população que não está dentro dos grupos de risco e tem interesse em receber a vacina, deve procurar as unidades a partir de segunda-feira com a carteira de vacinação para ser imunizada”, confirma.

O resultado da campanha em Joinville está abaixo do resultado total do estado, que chegou a 77,71% até esta quinta-feira (30/5). Segundo o último boletim divulgado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (Dive/SC), até o dia 24 de maio de 2019, foram confirmados 66 casos de influenza no estado, 53 pelo vírus A (H1N1), 11 pelo vírus A (H3N2), um aguardando subtipagem, e um pelo vírus Influenza B.

Neste boletim, Joinville estava na quarta posição, atrás de Blumenau, Chapecó e Florianópolis, respectivamente. Todas as cinco mortes no estado foram causadas pelo vírus A (H1N1) e tiveram algum fator de risco, como diabetes (quatro casos), pressão alta e tabagismo (um caso).

 

Grupo de risco

O grupo de risco é composto por crianças maiores de seis meses e menores de seis anos de idade, gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), idosos (a partir de 60 anos), portadores de doenças crônicas, trabalhadores da área da saúde, professores, funcionários do sistema prisional, policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas. Para se vacinar, as pessoas devem levar suas carteiras de vacinação. O atendimento das Unidades Básicas de Saúde de Joinville segue em horário normal.

 

 

Por: Secom

Mais notícias

Educa Mais Brasil

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *