Sesporte leva aulas de tênis em escola do meio rural de Joinville

Sesporte leva aulas de tênis em escola do meio rural de Joinville
Sesporte leva aulas de tênis em escola do meio rural de Joinville

 

 

As secretarias de Esporte e Educação de Joinville estão realizando uma experiência inédita nas aulas de iniciação desportiva ao levar a prática de tênis a alunos da região rural na Escola Municipal Sete de Setembro, na Estrada Bonita, bairro Rio Bonito.

São 31 meninos e meninas do 1º ao 5º ano do ensino fundamental, na faixa etária dos 6 aos 11 anos, que recebem semanalmente aulas de tênis dentro do Programa de Iniciação Desportiva (PID), da Secretaria de Esportes (Sesporte). A parceria nasceu por iniciativa da escola, que percebeu o potencial interesse das crianças por práticas esportivas.

O tênis foi escolhido de forma aleatória, por ser a modalidade que a Secretaria de Esportes tinha em aberto, e caiu em pleno gosto da criançada.

As aulas são realizadas por equipe do professor José Luiz Alves, que é coordenador da modalidade na Sesporte e também na Spin Tennis, que criou o Projeto Winner, que atende crianças de 6 até 12 anos com aulas de tênis, inglês, atendimento oftalmológico, lanches e passeios.

Todas as ações fazem parte do Projeto de Iniciação Desportiva da Sesporte, que leva prática esportiva a escolas públicas. Atualmente são 19 modalidades praticadas por 8 mil alunos em todos os bairros de Joinville.

A escola do Rio Bonito é a única do meio rural que oferece tênis a seus alunos em aulas realizadas às sextas-feiras das 12h30 às 15h45. Outra característica que favoreceu a iniciativa é o fato da escola dar aulas em turno integral das 7h30 às 15h45, sobrando tempo para os estudantes realizarem prática esportiva.

O professor José Luiz Alves explica que os trabalhos com bolas e raquetes já mostram evolução das crianças em vários fundamentos como coordenação motora, trabalho de grupo, técnica e regras do jogo. “Os resultados são tão bons que já temos algumas revelações como um menino e uma menina que estão participando de torneios regionais e estaduais”, destaca o professor.

Segundo ele, o projeto tem sido possível pela união de forças da Sesporte, Secretaria de Educação, Spin Tennis e custeio de despesas por patrocinadores como o 1º Cartório de Registro de Imóveis, Instituto Kallos e loja de materiais esportivos Decathlon.

 

 

Por: Secom

Mais notícias

Educa Mais Brasil

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *