Serviços de Saúde e atendimento ao turista são oferecidos pela prefeitura durante o Festival de Dança

A Prefeitura de Joinville está presente no Festival de Dança oferencendo serviços que garantem a segurança de quem passa pelo local. Para atender participantes que apresentem sintomas gripais, um ambulatório foi montado dentro do Centreventos Cau Hansen. Além disso, as equipes da Vigilância Sanitária realizam fiscalização em diferentes locais do evento quanto às regras definidas no Plano de Contingência específico para o festival.

 

Serviços de Saúde e atendimento ao turista são oferecidos pela prefeitura durante o Festival de Dança (Foto: Divulgação)
Serviços de Saúde e atendimento ao turista são oferecidos pela prefeitura durante o Festival de Dança (Foto: Divulgação)

 

Técnicos da Vigilância Sanitária e da Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde de Joinville participaram da elaboração do Plano de Contingência do evento que começou a ser preparado há três meses, em conjunto com o Instituto Festival de Dança e a Secretaria de Cultura e Turismo (Secult), da Prefeitura de Joinville.

“Um dos itens foi estabelecer um ponto para testagem das pessoas com sintomas para evitar que ficassem circulando dentro do festival, correndo o risco de estarem transmitindo a Covid-19”, explica o secretário da Saúde de Joinville, Jean Rodrigues da Silva.

O serviço de atendimento Covid-19 funciona todos os dias do festival, das 8h às 21h. É um serviço por demanda, participantes do evento que estiverem com sintomas chegam e são atendidos na hora por uma equipe formada por médico, enfermeiro e técnicos.

“Uma equipe completa fazendo o atendimento para possibilitar que daqui o paciente já saia isolado, caso teste positivo, receba os cuidados e orientação adequados”, esclarece Jean.

Além disso, equipes da Vigilância Sanitária fazem fiscalização diária em locais onde há apresentações como Centreventos, Expocentro Edmundo Doubrawa (onde é realizada a Feira da Sapatilha), nos shoppings e outros Palcos Abertos. Os fiscais atuam das 10h às 21h, todos os dias, numa abordagem educativa.

De acordo com o estabelecido pelo Plano de Contingência, bailarinos, trabalhadores do evento e público devem apresentar o certificado com as duas doses da vacina ou testagem. Nos locais também há disponibilização de álcool gel.

“Falar em qualquer tipo de evento no meio da pandemia é um desafio. Mas esse é um modelo de evento seguro. É possível encontrar um equilíbrio, que as atividades possam voltar, que a gente possa se adaptar com as regras sanitárias controladas. O Plano de Contingência aborda todas as temáticas para evitar que a gente tenha disseminação”, explica Jean.

 

Secult orienta turistas em estande na Feira da Sapatilha

A Secretaria de Cultura e Turismo (Secult) está presente na Feira da Sapatilha, com um estande para atendimento do visitante. No local, os recepcionistas de turismo da secretaria estão disponíveis para tirar dúvidas, orientar e estimular o turista a conhecer os atrativos da cidade e as rotas preparadas pela secretaria. O atendimento é diário, das 10h às 20h.

 

 

Por: Secom

Mais notícias

Educa Mais Brasil

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *