canal_jec

Procon de Joinville divulga pesquisas da cesta básica e churrasco

Procon de Joinville divulga pesquisas da cesta básica e churrasco
Procon de Joinville divulga pesquisas da cesta básica e churrasco

 

O Procon de Joinville realizou nos dias 6 e 7 de agosto nova pesquisa de preços da cesta básica e churrasco. Nos dois levantamentos foi constatada redução de preços com relação aos valores do mês passado.

A cesta básica em Joinville está mais barata 0,13% com relação ao mês de julho e os produtos para churrasco com valores menores em 3,67%.

No início do mês passado a cesta custava R$ 243,73 e agora R$ 243,40. Para compor a cesta básica foram pesquisados 45 itens de alimentos industrializados, carnes e frios, horta, pomar e granja, higiene pessoal e limpeza doméstica em oito estabelecimentos comerciais de vários bairros da cidade.

O levantamento da cesta básica foi realizado nos supermercados Angeloni, Big, Bistek, Campos, Giassi, Condor, Rodrigues e Vitorino. O preço mais alto apurado em um dos oito estabelecimentos foi de R$ 279,85 e o mais baixo  R$ 195,88. O preço médio ficou em R$ 243,40. Ao compor uma cesta com os menores preços o Procon chegou ao valor de R$ 195,88.

Diante da variação de preços, o gerente do Procon, Kleber Degracia, ressalta a importância da realização de pesquisas antes de adquirir qualquer produto ou serviço. “A pesquisa é uma forte arma na prática de preços mais baixos pela concorrência”, enfatiza Kleber.

Os produtos que sofreram maior aumento foram o extrato de tomate (25,46%), água sanitária (15,37%), xampu (11,17%) e banana caturra (10,71%). Os que tiveram redução de preço são a cebola (-29,84%), batata lavada (-20,41), ovos vermelhos (-13,29%) e desinfetante pinho (-11,53%).

Churrasco

Na pesquisa do churrasco, foram considerados 18 itens nas carnes, carvão e sal grosso em sete estabelecimentos. Comparando com o levantamento do mês de julho, houve uma redução de 3,67%. Os preços que mais aumentaram foram a costela (4,96%), fraldinha (2,75%), coxinha da asa (0,05%) e filé mignon (0,05%).

A maior redução de preço foi constatada no lombo (-18,87), linguiça toscana (-10,62%), alcatra (-6,62) e coração (-6,16%).

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *