Prefeitura de Joinville intensifica fiscalização em restaurantes e comércio para o Dia das Mães

Neste final de semana, a operação “Patrulha Coronavírus”, formada por fiscais da Secretaria da Saúde e da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Joinville (Sama), vai intensificar a fiscalização no comércio e nos restaurantes, em virtude do Dia das Mães, celebrado neste domingo (10/5).

 

(Foto: Cláudia Morriesen)
Prefeitura de Joinville intensifica fiscalização em restaurantes e comércio para o Dia das Mães (Foto: Cláudia Morriesen)

 

Além das vistorias que já estão acontecendo nos estabelecimentos autorizados a funcionar durante a pandemia do coronavírus, o maior movimento de pessoas em lojas, shoppings centers e nos restaurantes, por ocasião da data especial, aumenta a necessidade de verificação do cumprimento das medidas protetivas estabelecidas pelos decretos e portarias estaduais e municipais que estão em vigência.

De acordo com a gerente da Vigilância Sanitária de Joinville, Edilaine Pasquali, os restaurantes já estão sendo visitados pelos fiscais e recebendo reforço nas orientações para atender ao público, com o máximo de segurança.

Entre as principais determinações a esses estabelecimentos, estão o distanciamento obrigatório de 1,5 metro entre as pessoas que estiverem no local; a disponibilização de álcool em gel na entrada do restaurante e no início dos buffets; uso de luvas descartáveis para manuseio dos buffets; embalagens descartáveis e individuais para os talheres; intensificação da higiene dos utensílios, mobiliários e dos espaços; manutenção dos ambientes arejados e com ventilação natural; disponibilização de um funcionário para orientar os clientes sobre os procedimentos que devem ser cumpridos.

Além disso, a Vigilância Sanitária está orientando os restaurantes a antederem ao público com agendamento prévio, a fim de evitar aglomerações.

 

Máscara é obrigatória e indispensável

Outra medida imprescindível, que deve ser cumprida por funcionários e clientes, é o uso de máscara.

As pessoas deverão entrar nos locais com a máscara, retirá-la no momento das refeições e, em seguida, colocá-la novamente, enquanto permanecerem no ambiente.

O mesmo vale para lojas, shoppings centers e supermercados: enquanto a pessoa estiver no interior do estabelecimento, deverá permanecer com a máscara. No caso de descumprimento da medida, a empresa poderá solicitar que ela deixe o local.

“A população deve ajudar para que o estabelecimento permaneça aberto, à sua disposição. O cliente deve ter consciência da sua responsabilidade e respeito ao local e às outras pessoas”, reforça a gerente da Vigilância Sanitária.

É importante destacar, ainda, que de acordo com as portarias em vigência, o uso da máscara também é obrigatório para crianças menores de dois anos.

No entanto, como o procedimento não é recomendado por entidades como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Edilaine orienta: “Como o uso da máscara é obrigatório para todos, crianças menores de dois anos só devem frequentar esses locais em caso de necessidade”.

 

Orientações e denúncias

Desde o início da operação, no mês de abril, a “Patrulha Coronavírus” já fiscalizou mais de 1,6 mil estabelecimentos, em Joinville. Durante esse período, as empresas receberam as orientações de como proceder e como se adequar às medidas protetivas de propagação da Covid-19.

“Os estabelecimentos que não cumprirem às normas podem ser fechados por até 48 horas. Em caso de reincidência, poderão ser fechados até o final da pandemia e passar por processo administrativo, que gera multa”, explica a gerente da Vigilância Sanitária.

Os estabelecimentos que tiverem dúvidas sobre as normativas estabelecidas pelos decretos e portarias em vigor, podem solicitar informações pelo e-mail vigilanciasanitaria@joinville.sc.gov.br.

Casos de descumprimento das normas de prevenção à Covid-19 podem ser denunciados pelo telefone 151, das 10h às 16h, ou registrados junto à Ouvidoria do município, por meio do site da Prefeitura de Joinville.

Outro canal é o Web-Saúde, disponibilizado pela Secretaria de Saúde, pelo whatsapp. As mensagens de áudio, texto ou vídeo podem ser enviadas pelo número 3481-5165, de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h.

 

 

 

Por: Secom

Mais notícias

Educa Mais Brasil

 

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *