Prefeitura de Joinville divulga lista de pré-classificados para CEIs conveniados

A Prefeitura de Joinville divulgou a lista de pré-classificados para as vagas em Centros de Educação Infantil (CEIs) da Rede Credenciada nesta terça-feira (25/1). O resultado pode ser verificado no site da Prefeitura de Joinville (bit.ly/ClassificacaoCEIsJlle2022).

 

Prefeitura de Joinville divulga lista de pré-classificados para CEIs conveniados (Imagem: Divulgação)

 

Foram disponibilizadas 1.147 vagas para 38 CEIs e, destas, 1.014 foram preenchidas. A rede credenciada atende crianças de quatro meses a três anos nas turmas de berçário e maternal, em unidades particulares e filantrópicas que firmam convênios com a Secretaria de Educação para oferecer vagas para a Rede Municipal de Ensino.

Os pais ou responsáveis pelas crianças pré-classificadas têm três dias úteis a partir da publicação da lista para entregarem a documentação solicitada na unidade escolar onde a criança foi inscrita, gerando oficialmente a matrícula. Caso não realizem a matrícula até sexta-feira (28/1), haverá a perda da vaga e será necessário participar de novo processo de classificação.

Um novo processo com as vagas remanescentes será realizado na próxima segunda-feira (31/1), com resultado divulgado na terça-feira (1º/2). Portanto, as crianças inscritas que não constam na lista de pré-classificação podem ter seus dados atualizados no sistema, com as devidas alterações na escolha dos CEIs de interesse até domingo (30/1).

O processo de definição de vagas ocorre de forma automática a partir do Índice de Classificação. Os critérios para geração do índice são vulnerabilidade social, deficiências (comprovadas com laudo médico) e diferentes níveis de grau socioeconômico.

 

Índice de Classificação

1. Crianças vulneráveis socialmente (que estão inseridas em serviço de acolhimento familiar ou institucional, ou que estiveram sob o serviço nos últimos seis meses).
2. Crianças com deficiência.
3. Grau socioeconômico familiar no qual todos os responsáveis legais pela criança exercem função laborativa de 8 horas diárias.
4. Grau socioeconômico familiar no qual os responsáveis legais pela criança não se enquadram nas prioridades acima.
5. Grau socioeconômico de cadastros que já receberam oferta de vaga e haviam sido reclassificados como não aptos à matrícula.

 

 

Por: Secom

Mais notícias

Educa Mais Brasil

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *