Prefeitura de Joinville disponibiliza novos horários de agendamento para imunização

Na sexta-feira (11/6), a partir das 11h, a Prefeitura de Joinville vai disponibilizar 4 mil horários para o agendamento de vacinação para a Covid-19. O agendamento será realizado de forma escalonada, por meio do site joinville.sc.gov.br. Estas doses serão aplicadas durante o fim de semana, na Central de Imunização de Joinville e na Sala de Imunização do Garten Shopping.

 

Prefeitura de Joinville disponibiliza novos horários de agendamento para imunização (Foto: Divulgação)
Prefeitura de Joinville disponibiliza novos horários de agendamento para imunização (Foto: Divulgação)

 

“Em função do grande volume de pessoas que buscam o agendamento, o escalonamento faz com que o número de acessos ao site seja dividido, evitando sobrecarregar o servidor e paralisar o sistema”, explica Jean Rodrigues da Silva, secretário da Saúde de Joinville.

 

Agendamento escalonado

As 4 mil doses serão disponibilizadas a partir das 11h, e o escalonamento para a inserção dos públicos contemplados será realizado em intervalos de 30 minutos. Caso as doses esgotem antes da abertura de todos os grupos, o agendamento será encerrado.

– 11h: Pessoas com comorbidades, trabalhadores da saúde, trabalhadores da educação, trabalhadores das forças de segurança pública, trabalhadores da limpeza urbana ou manejo de resíduos sólidos, trabalhadores do transporte coletivo urbano ou rodoviário de passageiros, trabalhadores do transporte aeroportuário, portuário ou aquaviário e caminhoneiros.
– 11h30: Pessoas com 58 anos ou mais.
– 12h: Pessoas com 57 anos.
– 12h30: Pessoas com 56 anos.
– 13h: Pessoas com 55 anos.

 

Grupos prioritários

Os grupos prioritários considerados são definidos no Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde. No portal de agendamento da vacinação (joinville.sc.gov.br), estão disponibilizadas todas as informações sobre os contemplados em cada grupo.

Para ser vacinado, é necessário apresentar documento de identificação com foto. Aos pertencentes aos grupos prioritários, também será necessário um documento que comprove a condição. A lista completa também está disponível no site da prefeitura.

Pessoas com doenças imunossupressoras, exceto as que convivem com HIV, devem apresentar laudo médico autorizando a receber o imunizante. Pacientes oncológicos, transplantados e renais crônicos também precisam apresentar recomendação médica.

 

 

Por: Secom

Mais notícias

Educa Mais Brasil

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *