Prefeitura de Joinville cumpre determinação judicial de reajuste da tarifa do transporte coletivo

Prefeitura de Joinville cumpre determinação judicial de reajuste da tarifa do transporte coletivo
Prefeitura de Joinville cumpre determinação judicial de reajuste da tarifa do transporte coletivo

 

 

Em cumprimento à decisão do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC), a Prefeitura de Joinville anunciou o reajuste das passagens do transporte coletivo urbano e distrital.

Conforme estabelecido no Decreto nº 35.574, publicado pela Prefeitura nesta quinta-feira (29/8), as passagens de ônibus deverão passar a custar R$ 4,50 para a compra antecipada, e R$ 4,90 para o pagamento a bordo (passagem embarcada).

Embora o decreto passe a vigorar no ato da sua publicação, a implantação dos novos valores aos usuários depende da decisão das empresas concessionárias do serviço de transporte coletivo.

De acordo com a decisão do TJ-SC, os valores das passagens praticadas desde o início deste ano, conforme Decreto no 33.200/2018, são inferiores ao valor técnico de tarifação do serviço de transporte coletivo urbano.

Agora, em atenção às demandas apresentadas pelas empresas que operam o transporte coletivo no município, o TJ-SC julgou inválida a decisão ocorrida durante as negociações firmadas no início deste ano, e determinou o reajuste dos valores com base na tarifa técnica.

De acordo com o prefeito de Joinville, Udo Döhler, a preocupação do município é garantir ao cidadão transporte público de qualidade. Por isso, a administração busca formas de otimizar os valores das tarifas e evitar a redução do número de usuários do serviço.

“A tarifa é cara e precisamos reduzi-la. Estamos construindo mecanismos para que isso aconteça. Mas neste momento, estamos apenas cumprindo decisão judicial, não temos alternativa”, afirmou o prefeito.

Entre as ações e ferramentas que a Prefeitura de Joinville vem realizando para melhorar a qualidade do transporte público e valorizar o preço das passagens, estão a ampliação dos corredores de ônibus que reduzem significativamente o tempo das viagens; o desenvolvimento de novo projeto de mobilidade que vai contemplar binários nas avenidas Beira Rio, Getúlio Vargas e João Colin; e a utilização de ferramentas tecnológicas como o Waze for Cities para o desenvolvimento de soluções de mobilidade.

Por: Secom

Mais notícias

Educa Mais Brasil

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *