Pesquisa internacional de mercado pretende plantar até 10 mil árvores na Amazônia

Com objetivo de compreender novos hábitos e preferências de pacientes odontológicos, ação vai acontecer em 13 países e auxiliar no reflorestamento

Após 12 anos, a Amazônia voltou a bater um recorde de desmatamento e, em 2020, perdeu 11.088 quilômetros quadrados de árvores. O dado foi divulgado no final do ano passado pelo governo federal e mostra a importância de ações que valorizem e auxiliem a preservação da principal floresta tropical do mundo. Com esse objetivo, o Grupo Straumann, líder global em soluções odontológicas, pretende plantar cerca de 10 mil árvores na Amazônia em contrapartida ao lançamento de uma pesquisa internacional.

 

Pesquisa internacional de mercado pretende plantar até 10 mil árvores na Amazônia
Pesquisa internacional de mercado pretende plantar até 10 mil árvores na Amazônia (Foto: Divulgação)

 

Composta por perguntas sobre a qualidade dos serviços dos dentistas, informações passadas nos consultórios e preferência dos pacientes quanto ao atendimento, a pesquisa pretende compreender o mercado odontológico e suas mudanças com a chegada da pandemia. A iniciativa é uma parceria do grupo com o Projeto Saúde & Alegria e, ao longo dos próximos dois meses, a cada questionário respondido, uma árvore será plantada na Amazônia.

A pesquisa será aplicada em 13 países: Brasil, Chile, Argentina, Peru, Colômbia, México, França, Alemanha, Suíça, China, Coréia, Japão e Itália. “A pandemia trouxe mudanças para o setor odontológico no mundo todo, por isso, queremos entender o cenário de pacientes em diversos locais e culturas. Além disso, todos conhecem a floresta Amazônica e sua importância para o planeta, então será essencial que mais nacionalidades participem desse projeto”, explica o CEO da Neodent e EVP do Grupo Straumann na América Latina, Matthias Schupp.

Para Matthias, a iniciativa é a união de dois pilares da empresa: a participação dos consumidores e a sustentabilidade. “O cuidado com o meio ambiente já faz parte da rotina do grupo e, nesta pesquisa, vimos uma oportunidade de incentivar a população a nos ajudar com o aperfeiçoamento de serviços e ainda colaborar na recuperação da principal floresta brasileira”, ressalta.

O questionário pode ser respondido online nos próximos dois meses. Para acessar, basta clicar no link: http://www.straumann-group.com/amazonforest

 

 

 

Por: Natalia Basso

Mais notícias

Educa Mais Brasil

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *