Pacientes e profissionais da Pró-Rim se mobilizam em defesa do tratamento renal

Pacientes e profissionais da Pró-Rim se mobilizam em defesa do tratamento renal
Pacientes e profissionais da Pró-Rim se mobilizam em defesa do tratamento renal

 

Estimativa da Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN) aponta que existem no Brasil aproximadamente 122 mil pacientes renais crônicos, que dependem do tratamento com terapia renal substitutiva para filtrar artificialmente o sangue. Entretanto, uma crise que se arrasta há anos pode provocar um colapso no atendimento. “Os pacientes com funcionamento renal comprometido dependem única e exclusivamente das sessões de diálise para sobreviverem”, afirma o presidente da Associação Brasileira dos Centros de Diálise e Transplante (ABCDT), Marcos Vieira.

Entre os problemas estão a falta de financiamento adequado para a diálise, a defasagem de 30% no custo da sessão de hemodiálise, atraso no repasse do pagamento da terapia renal substitutiva – TRS pelas secretarias de saúde estaduais e municipais aos prestadores de serviço ao SUS. Muitos gestores chegam a atrasar até mais de 30 dias para fazer o repasse após a liberação do recurso pelo Ministério da Saúde. Pela legislação o mesmo deveria ser feito em cinco dias úteis.  Segundo Marcos, nos últimos anos, houve aumento de 71% no número de pacientes dependentes de diálise, enquanto a quantidade de clínicas cresceu apenas 15%.

Para chamar a atenção da população geral para essa situação, a Associação Brasileira dos Centros de Diálise e Transplante (ABCDT) promoverá um Dia D da Diálise como parte da campanha de valorização “Vidas Importam: a diálise não pode parar”. A ação acontecerá no dia 29 de agosto e será realizada simultaneamente em diversas cidades brasileiras.

Em Joinville (SC), a Fundação Pró-Rim realizará uma ação no dia da campanha (29/08), na Praça Nereu Ramos, no centro da cidade. A equipe de profissionais com o apoio dos pacientes renais fará a abordagem da população sobre a mobilização nacional e a entrega do material informativo. Além disso, no local haverá uma simulação do tratamento de hemodiálise, será realizada também a aferição de pressão arterial e orientações de prevenção à doença renal com os profissionais e alunos da instituição.

“A dificuldade que os pacientes renais e as clínicas que dependem do tratamento via SUS é evidente. Nós temos que nos unir para mudar a realidade do tratamento dos pacientes renais do Brasil”, comenta o diretor clínico da Pró-Rim, Dr. Paulo Cicogna, sobre a participação da instituição na mobilização.

 

Serviço:

O que: Campanha de valorização “Vidas importam: a diálise não pode parar” em Joinville

Quando: 29/08/2018

Horário: 10h às 15 horas

Onde: Praça Nereu Ramos – Centro – Joinville/SC

Informações adicionais a imprensa: (47) 3431-3800 ou (47) 99917-0444 com Andreia Jacopetti – Fundação Pró-Rim

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *