Obras da Estação de Tratamento de Esgoto em São Francisco do Sul avançam de forma acelerada

Obras da Estação de Tratamento de Esgoto em São Francisco do Sul avançam de forma acelerada
Obras da Estação de Tratamento de Esgoto em São Francisco do Sul avançam de forma acelerada

 

 

As obras da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da região das Praias, em São Francisco do Sul, avançam em diferentes frentes de trabalho. Com a implantação da rede de esgotamento sanitário, a população da região passará a ter acesso a um serviço que é um dos indicadores mais importantes para a elevação dos Índices de Desenvolvimento Humano (IDH) das cidades.

A construção é uma das prioridades da concessionária Águas de São Francisco do Sul, com foco também em contribuir para a preservação ambiental do município. De acordo com Fernando Rettore Neto, coordenador de engenharia da Águas de São Francisco do Sul, o volume de obras realizado até o momento corresponde a mais de 73% de toda a estrutura da construção. No Brasil, atualmente são poucas as cidades com uma população fixa semelhante a São Francisco do Sul que estão implantando um sistema de tratamento de esgoto.

De acordo com o prefeito em exercício, Walmor Berretta Júnior, a ETE do Majorca é extremamente importante, já que para cada dólar investido na obra, a cidade economiza quatro na saúde. Segundo o prefeito, o rápido avanço das obras é também uma consequência das reuniões com a Águas de São Francisco do Sul e mostram o resultados das fiscalizações realizadas pelo Executivo. “Vamos continuar a vistoriar as obras, porque daqui a alguns meses, esta estação vai estar trabalhando a todo vapor e fazendo saneamento básico de fato”, acrescentou Walmor.

 


Destinação correta do esgoto

Com a ETE, todo o volume de esgoto in natura que hoje é despejado nos rios e praias – mais de 5 milhões de litros por dia em baixa temporada e mais de 10 milhões durante o verão – terão a destinação e tratamento correto. O coordenador de engenharia da concessionária destaca que já foram concluídas as estruturas de concreto e drenagem e, no momento, estão sendo finalizadas as obras de alvenaria. Ele cita também que 20% dos equipamentos da obra já estão disponíveis para instalação e o restante está em fabricação, com previsão de chegar a São Francisco do Sul até o final de fevereiro.

A implantação da ETE do Majorca faz parte da primeira etapa do sistema de coleta e tratamento de esgoto, que visa levar mais qualidade de vida e saúde para a cidade. A concepção total do sistema para São Francisco do Sul abrange quatro estações: a do Majorca, para tratar da região das praias; uma para a região central; uma para o Ervino; e outra para a Vila da Glória.

 

 

 

Por: Joana Gall

Mais notícias

Educa Mais Brasil

 

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *