Nota oficial – Pedido de adiamento do jogo entre Metropolitano x Joinville

O Joinville Esporte Clube reforça aos seus torcedores e demais interessados que não terá condições de disputar a partida diante do Metropolitano, marcada para a próxima quinta-feira (4), na cidade de Brusque.

Como já é de conhecimento público, o clube enfrenta um surto de Covid-19. No momento, são 30 pessoas contaminadas, sendo 22 atletas e oito membros da comissão técnica e staff. Ao todo, o Tricolor tem 29 jogadores inscritos no Campeonato Catarinense, ou seja, teria apenas sete atletas disponíveis para o jogo, sendo dois deles goleiros.

O clube tentou o adiamento da partida junto à Federação Catarinense de Futebol, uma vez que o regulamento da competição prevê que, caso uma equipe tenha menos de 13 atletas disponíveis, a partida deve ser adiada. Porém, não tivemos o pedido atendido. O Joinville chegou a propor realizar as partidas contra Metropolitano e Marcílio Dias na próxima semana, fazendo três jogos em cinco dias, um sacrifício para não prejudicar o andamento da competição. Essa proposta também não foi aceita.

É importante lembrar que após o início da pandemia, em março de 2020, todo o calendário das categorias de base no estado foi cancelado. Não tivemos estadual Sub-15, Sub-17 e nem Sub-20. Até mesmo a Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano foi cancelada. Diante disso, o categorias inferiores do JEC estão paradas, sem jogos, há praticamente um ano, assim como a de vários outros clubes do estado. Seria completamente inviável trazer atletas que não treinam há mais de 300 dias para disputar uma partida na próxima quinta-feira. Além de inviável, seria irresponsável com a própria saúde desses jogadores, uma vez que eles não tem condições físicas de atuar em uma partida de futebol profissional sem prévio preparo e sequer estão inscritos no torneio.

O Tricolor, 12 vezes campeão do estado, lamenta que a situação tenha chegado a esse ponto e acredita que fez tudo que estava ao seu alcance para dar um caminho melhor a este imbróglio. Porém, não colocaremos atletas e funcionários em risco. No momento em que Santa Catarina passa por seu período mais crítico no combate ao coronavírus e faltam leitos em diversas cidades do estado, o futebol não pode estar alheio a essa situação. Nossa prioridade será a recuperação e a saúde dos nossos enfermos. Deveria ser a prioridade de todos.

 

 

Por: Assessoria de Imprensa do JEC

Mais notícias

Educa Mais Brasil

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *