evento_pj

Museu de Sambaqui apresenta documentário sobre povos sambaquianos

Museu de Sambaqui apresenta documentário sobre povos sambaquianos
Museu de Sambaqui apresenta documentário sobre povos sambaquianos

 

Nesta quinta-feira (4), às 19h30, o Museu Arqueológico de Sambaqui (rua Dona Francisca, 600, Centro), realiza a exibição gratuita do documentário “Sambaqui – Sociedade Redescoberta”.

Com animações, imagens observacionais e entrevistas, o filme cria uma narrativa didática sobre os povos pré-históricos que habitaram o território onde hoje é a região Sul do país, há cerca de oito mil anos.

“A ideia do documentário surgiu a partir de uma visita da nossa equipe ao Museu Arqueológico de Sambaqui de Joinville. Começamos a questionar se sabíamos o que eram os sambaquis, quem era esse povo e não sabíamos ao certo”, conta o cineasta e produtor do documentário, Juliano Luerdes.

Além de assistir ao documentário, o público que prestigiar a exibição também poderá conhecer os quarenta desenhos que deram origem às animações do filme, produzidas pelo artista Época Mouco.

Também estarão presentes produtores e a arqueóloga Beatriz Costa, uma das personagens do documentário, para um bate-papo sobre o processo criativo e o trabalho de produção da obra.

De acordo com Luerdes, a pesquisa foi realizada nos Sambaquis do Cubatão e do Morro do Ouro, em Joinville, e em um sítio arqueológico localizado dentro de uma caverna, em São Francisco do Sul.

Entre as curiosidades trazidas pelo filme, o diretor descata: “Ao mesmo tempo em que as sociedades estavam formando os sambaquis, na nossa região acontecia a construção das pirâmides do Egito. Isso mostra a importância dos monumentos que temos ao nosso redor”.

“Sambaqui, Sociedade Redescoberta” foi produzido com patrocínio da Prefeitura de Joinville, por meio do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura – SIMDEC, e apoio do Museu Arqueológico de Sambaqui e do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN.

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *