Mourão analisa a conjuntura do país

 Mourão analisa a conjuntura do país
Mourão analisa a conjuntura do país

 

 

 

Pontual como preza a disciplina militar, o vice-presidente do Brasil, Antonio Hamilton Martins Mourão, falou na semana passada aos empresários, setor produtivo e convidados da Associação Empresarial de Joinville (ACIJ). Durante a abordagem sobre a conjuntura do país e os desafios no mundo do século 21, abordou a revolução tecnológica, globalização, democracia liberal, capitalismo, estado de direito, sociedade civil organizada, competência humanas e destacou a importância de se manter um pacto de gerações, principalmente, voltado aos valores morais. Diminuir a desigualdade social, ter uma democracia próspera e liberal abaixo da Linha do Equador e garantir o crescimento das empresas são metas do atual governo.

 

“Analisar essa formatação para as eleições de 2020 porque Mourão, certamente, terá força na escolha dos governantes de cidades catarinenses”

 

Mourão também analisou as relações com os países que o Brasil tem fronteiras e àqueles com os quais mantêm relações de negócios – importação, exportação e troca de tecnologia. Ponderou de que a primeira medida do governo para enxugar a máquina pública foi à nova legislação previdenciária. Em um segundo momento, será a reforma administrativa. São 700 mil funcionários na ativa e existe a intenção de fortalecer a tecnologia para reduzir o número de servidores públicos. A folha de pagamento chega a 1,7 trilhões por ano e, segundo deputado estadual da região Norte, existem 10% de salários fantasmas que precisam ser auditados.

Sobre as privatizações, Mourão disse que o Brasil ainda precisa definir um modelo de concessões, porque não se pode, sem critério, desfazer-se dos ativos porque são mais de cem empresas públicas. Destacou que a infraestrutura do país precisa melhorar sendo necessário fortalecer o modal ferroviário e a cabotagem. Por falta de recursos federais, isso deve prevalecer à iniciativa privada; é o caso do modal aeroviário com conexões em andamento.

A política também merece análise. Quando o vice-presidente, Hamilton Mourão, tem ao seu lado a vice-governadora de Santa Catarina, Daniela Reinehr, há um recado enviado na entrelinha. É preciso analisar essa formatação para as eleições de 2020 porque Mourão, certamente, terá força na escolha dos governantes de cidades catarinenses. Integra uma corporação organizada e articulada. Outro aspecto a ser ponderado, diz respeito ao forte esquema de segurança imposto à entidade. Obviamente, as maiores autoridades do país seguem protocolos e, mesmo assim, estão expostas aos riscos, porém, vale-se pensar acerca do interesse nas informações da plateia do evento.

 

 

AUTOMOBOLÍSTICA: Hoje, às 18h30, a ACIJ recebe o presidente da Mercedes-Benz do Brasil & Daimler Latin America, Philipp Schiemer. CEO da empresa desde 2013 e com conhecimento amplo da indústria automobilística, Schiemer vai abordar a presença da Mercedes-Benz no mundo 4.0 e a liderança de mercado na fabricação de caminhões. É uma palestra pública, gratuita, com abordagem em tecnologia, conectividade e na quarta revolução tecnológica. Às 20h, a DVA e a Savana oferecem coquetel.

 

Sem cobranças, o presidente da ACIJ, João Joaquim Martinelli, recebeu o vice-presidente da República do Brasil, Antonio Hamilton Martins Mourão, destacando o seu perfil inteligente sereno e elegante frente às situações difíceis. Em palestra de 40 minutos na ACIJ, Mourão falou sobre o Brasil e o mundo e destacou pontos importantes: inovação empresarial, competência humana, privatizações, infraestrutura, logística, democracia e desigualdades sócias
Sem cobranças, o presidente da ACIJ, João Joaquim Martinelli, recebeu o vice-presidente da República do Brasil, Antonio Hamilton Martins Mourão, destacando o seu perfil inteligente sereno e elegante frente às situações difíceis. Em palestra de 40 minutos na ACIJ, Mourão falou sobre o Brasil e o mundo e destacou pontos importantes: inovação empresarial, competência humana, privatizações, infraestrutura, logística, democracia e desigualdades sócias

 

 

INOVAÇÃO: A FACISC lança nesta terça-feira, 19, o Conselho Estadual de Núcleos de Inovação (CENI) com intuito de promover o ambiente associativista para o fomento e o desenvolvimento lideranças, deliberação acerca do setor em Santa Catarina. O Núcleo de Tecnologia e Inovação da ACIJ vai integrar a o grupo. O evento acontece das 9h às 18h30, na sede da entidade em Florianópolis.

AGRACIAMENTO: A ACIJ homenageia nesta semana 118 empresas associadas que completaram entre dez a cem anos de fundação, em 2019. A solenidade com entrega de certificados e integração será na quinta-feira, 7, às 7h30, na sede da entidade.

VEÍCULO: General Motors Joinville – tecnologia e sustentabilidade na indústria automotiva será tema da reunião da ACIJ na segunda-feira, 11, às 18h30. O diretor geral da empresa, Luiz Fernando Duccini, fará a exposição sobre a companhia e, na ocasião, apresentará o novo veículo elétrico, o Bolt. A palestra é aberta público.

ENTIDADES: Na terça-feira, 19, às 8h30, acontece a reunião do Conselho das Entidades Empresariais de Joinville. Será realizada na ACIJ com o tema principal sendo a integram da comunidade com os órgãos de segurança pública.

 

 

 

 

Agenda

  • 4/11, curso: Gestão de crédito e cobrança, das 18h30 às 17h30, na Sala Moacir Bogo
  • 4 e 5/11, curso: Gestão das emoções, das 18h30 às 22h30, na Sala Nivaldo Nass
  • 4, 5, 11, 12 e 18/11, curso: Planejamento e controle de produção e materiais, das 18h30 às 22h30, na Sala Wetzel

 

Você sabia?

O desempenho da construção civil está aquecido devido ao setor imobiliário. As vendas nos nove meses do ano chegaram ao montante de 40,5 milhões de toneladas de cimento e em setembro somaram 4,7 milhões, crescimento de 5,3% em relação ao mesmo mês de 2018. Espera-se que o ano feche com 3% de alta – Fonte: SNIC

 

 

 

Por: ACIJ Notícias

Mais notícias

Educa Mais Brasil

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *