bolsas_estudo

Moradores de Joinville estão preocupados com aumento de acidentes na Santos Dumont

Moradores de Joinville estão preocupados com aumento de acidentes na Santos Dumont
Moradores de Joinville estão preocupados com aumento de acidentes na Santos Dumont

 

Um motoqueiro estirado no meio da pista. Moto ao solo. Um automóvel amassado. Equipes dos bombeiros e Samu correm para tentar salvá-lo. Trânsito parado. Tudo isso aconteceu na manhã desta terça-feira (15), em mais um acidente de trânsito registrado na avenida Santos Dumont, zona Norte de Joinville. Desta vez, a vítima teve apenas ferimentos leves.

Moradores e comerciantes da região relatam que acidentes na avenida recém duplicada têm sido constantes, principalmente na rotatória de acesso ao bairro Jardim Sofia.

“Toda semana tem um acidente grave. Sem falar nas freadas bruscas que motoristas dão na tentativa de evitar acidentes aqui. Os condutores que seguem no sentido aeroporto – Centro não respeitam o limite de velocidade, nem a preferência de quem está fazendo a rotatória”, relata o empresário Reinaldo Francisco Geraldi, 40.

Ele é dono de um posto de combustível que fica na rotatória e acompanha com aflição a multiplicação dos acidentes no trecho. A avenida é bem sinalizada e placas alertam a todo tempo os motoristas a respeito do limite de velocidade.

“Falta consciência dos motoristas, mas também fiscalização. Já pedimos ao Detrans para analisar a possibilidade de implantação de uma lombada ou radar neste trecho. É uma área de baixada e os motoristas não respeitam o limite de velocidade. Também pedimos mais fiscalização, mas até agora nada. Será que vão esperar uma grande tragédia para resolver esta questão?”, questiona Geraldi.

36 acidentes em seis meses

A estatística do Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville aponta que de 1º de julho até 31 de dezembro do ano passado foram registrados 36 acidentes de trânsito, no qual os socorristas foram acionados. Uma média de mais de um acidente por semana, nos últimos seis meses.

Ainda conforme o relatório dos bombeiros, batidas entre carro e moto e queda de moto são as principais ocorrências registradas na via.

Detrans promete intensificar fiscalização

A avenida Santos Domont, de acordo com o gerente do Detrans (Departamento de Trânsito de Joinville), Atanir Antunes, tem limite de velocidade de 60 km/h, no entanto é bem fácil verificar motoristas trafegando bem acima desta velocidade.

 

“Para coibir este excesso de velocidade e prevenir acidentes temos feito várias operações de fiscalização com radar móvel. No ano passado registramos veículos trafegando a 130 km/h naquela avenida. Muita gente não gosta dos radares, mas é um serviço importante para coibir os excessos e, consequentemente, reduzir os acidentes”, comenta.

 

Ele explica que nas últimas semanas, devido às férias dos agentes de trânsito, as fiscalizações com radar móvel diminuíram, mas o serviço deve ser retomado ainda nesta semana.

 

Mais notícias

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *