bolsas_estudo

Megaoperação da Polícia Civil prende 13 pessoas em Joinville

Detidos devem prestar depoimento nas próximas horas e quem tive prisão temporária decretada irá ao Presídio Regional de Joinville | Foto Divulgação DH/Polícia Civil
Detidos devem prestar depoimento nas próximas horas e quem tive prisão temporária decretada irá ao Presídio Regional de Joinville | Foto Divulgação DH/Polícia Civil

 

Treze pessoas detidas, apreensão de drogas, armas e munições. Este foi o saldo de uma grande operação da DH (Delegacia de Homicídios), de Joinville, nesta quarta-feira (27). O grupo é investigado por participar de assassinatos e tentativas na região Norte de Joinville, nas últimas semanas, conforme explicou o delegado Dirceu Silveira Júnior.

 

“Após estes crimes, nossas equipes conseguiram identificar possíveis autores e outras pessoas que possam ter ligação direta com homicídios e tentativas de assassinato. Ao todo cumprimos 20 mandados de busca, e outros sete de prisão preventiva, de 30 dias”, declarou o delegado à Rede OCP News.

 

Ele disse também que durante a operação, foram localizadas duas armas, quantidade significativa de cocaína, ecstasy, maconha e R$ 7.250 em notas falsificadas, além de algumas notas de dinheiro em espécie.

 

“Com isso, registramos outras quatro prisões em flagrante. Ninguém reisitiu à prisão. Todos foram conduzidos à DH e CPP (Central de Plantão Policial) para serem interrogados. Quem tiver prisão preventiva decretada seguirá ao Presídio Regional de Joinville”, completa Silveira Júnior.

 

As prisões ocorreram em bairros periféricos da Zona Sul e Norte nos bairros Adhemar Garcia, Aventureiro, Jardim Paraíso, Paranaguamirim e Ulysses Guimarães.

Já os crimes foram todos no Jardim Paraíso.  A investigação da DH demonstra que todos os alvos detidos são membros de uma facção criminosa e foram escalados pelo comando do grupo para compor time visando atacar e matar rivais da organização.

A DH reuniu um conjunto de provas bastante robusto apto a atribuir responsabilidade aos investigados pelos crimes de homicídio e tentativas de homicídio ocorridos nos últimos quatro meses na região.

Além dos presos dessa manhã, membros faccionados que já estão recolhidos no presídio local foram indiciados e responderão pelos mesmos crimes, já que se apurou que ordens emanadas do interior do sistema penitenciário impulsionaram as ações investigadas.

 

Revólveres apreendidos passarão por perícia, que irá identificar se as armas podem ter sido utilizadas nos homicidios | Fotos Divulgação DH/Polícia Civil
Revólveres apreendidos passarão por perícia, que irá identificar se as armas podem ter sido utilizadas nos homicidios | Fotos Divulgação DH/Polícia Civil

 

O arsenal mantido pelo grupo investigado foi apreendido na data de terça-feira (26) durante uma ação da Polícia Militar no bairro Jardim Paraíso. As armas estavam em posse de pessoas monitoradas pela DH nos últimos dois meses. Agora, esses artefatos serão submetidos a exames periciais que os ligarão aos crimes que ensejaram a operação deflagrada na presente data.

Participaram do cumprimento das cautelares judiciais policiais civis de todas as delegacias de Joinville e Jaraguá do Sul.

 

Por: Windson Prado via OCP News

Mais notícias

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *