so_aqui

JEC perde para Bragantino, fora de casa

JEC perde para Bragantino, fora de casa
JEC perde para Bragantino, fora de casa

 

Jogando fora de casa e embalado pela vitória diante do Tombense, o JEC viajou até Bragança Paulista em busca da recuperação no Brasileiro da Série C, mas a equipe acabou sendo derrotada pelo Bragantino. O placar do jogo foi de 2×0.

O JOGO

Durante o inicio da primeira etapa, o JEC começou melhor do que o Bragantino. A equipe Tricolor pressionou os adversários e criou boas chances, mas acabou pegando na finalização. Aos seis minutos, Jean Lucas puxou um bom contra-ataque, deu uma caneta no marcador e arriscou o chute, mas a bola acertou a zaga e foi para escanteio. Pouco tempo depois, chutão de Matheus para frente, Gualberto ajeitou e Janderson dominou, foi para cima e bateu de esquerda, mas a bola foi fraca e Alex Alves fez a defesa. E toda essa pressão acabou resultado em gol, porém, o juiz acabou anulando. Alex Ruan cobrou o escanteio, Gualberto subiu e testou para o fundo das redes. Só que o árbitro alegou que o zagueiro Tricolor fez falta no defensor adversário e anulou o tento.

E após não aproveitas as chances, os donos da casa foram mais eficientes. Escanteio cobrado, Gustavo Vintecinco cabeceou livre e abriu o placar da partida.  Com 33 minutos, o Massa Bruta teve mais uma chance com o Rafael Chorão. Ele arriscou um voleio após cruzamento de Buiu, mas a finalização foi no meio do gol e Matheus fez a defesa. Cinco minutos depois, Breno fez a jogada individual e finalizou de fora da área, mas acabou indo para fora. Sem outras grandes oportunidades para as duas equipes, acabava o primeiro tempo com derrota para o JEC.

A segunda etapa começou bem diferente da primeira, pois quem pressionou pela primeira vez foi o Bragantino. Após cobrança de escanteio, Lázaro subiu livre e testou para fora. Caminhamos até os 14 minutos sem muitas emoções, até que Rafael Grampola é puxado na área e sua camisa chega a abrir, mas o juizão mandou o jogo seguir.

O JEC colocou o Madson o lugar de Jean Lucas para dar mais velocidade ao meio-campo Tricolor, mas a alteração que resolveu foi a do Bragantino. Gustavo Vintecinco deu lugar a Adriano Paulista. No seu primeiro toque na bola, após cruzamento de Vitinho, ele estufou as redes de Matheus: 2xo. Depois do gol, Breno e Kadu saíram para dar lugar a Davi e Zotti. E já aos 35 minutos, Davi deu grande passe para Grampola que finalizou cruzando, mandando para fora. No final da partida, já nos acréscimos, Alex Ruan tomou o segundo cartão amarelo e foi expulso da partida. Final de jogo.

Márcio Fernandes foi expulso na vitória diante do Tombense e não pode estar no jogo, por isso, seu filho Marcinho Fernandes foi que conversou com a imprensa ao fina do jogo. “Fizemos nossa melhor partida fora de casa, criamos muitas chances de gol, tivemos um grande volume de jogo e não soubemos aproveitar. Tirando um ponto positivo do jogo de hoje, foi esse volume, essa criação, a boa posse de bola e acho que fizemos um grande jogo. Eles foram eficientes e para gente faltou isso”, avaliou o treinador.

O próximo jogo do Joinville é no domingo, 08, na Arena Joinville, às 16h, contra o Operário-PR.

 

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *