Feira de Matemática conquista alunos do ensino municipal de Joinville

Feira de Matemática conquista alunos do ensino municipal de Joinville
Feira de Matemática conquista alunos do ensino municipal de Joinville

 

Números, cálculos, operações e equações, estão longe de ser bicho de sete cabeças, para os alunos da rede municipal de ensino de Joinville, que participaram da 20a Feira de Matemática.

Nesta quinta-feira (14/6), a Escola Municipal CAIC Professor Desembargador Francisco José Rodrigues de Oliveira, no bairro Comasa, sediou o evento onde foram apresentados 90 trabalhos desenvolvidos por alunos da Educação Infantil, Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Educação Especial de 49 escolas. Desses, 25 serão premiados e podem vir a disputar campeonatos em âmbito Estadual e nacional.

De acordo com a técnica pedagógica da Secretaria de Educação de Joinville (SED), Mari Celma Alves, o número recorde de trabalhos inscritos na Feira de Matemática neste ano, demonstra a importância da iniciativa e como o evento já conquistou os estudantes.

“Nesta edição, tivemos 127 trabalhos inscritos. Nos anos anteriores selecionávamos até 80, mas precisamos ampliar a quantidade porque a participação cresceu. A cultura da Feira da Matemática já está institucionalizada entre os alunos que se identificam com a dinâmica da atividade e se organizam para participar”, afirma a pedagoga.

Além da empolgação vivenciada pelos alunos no dia da exposição, a Feira de Matemática ajuda a envolvê-los com a disciplina durante o ano letivo. E Mari Celma, explica: “É uma forma de trabalharmos a matemática de forma prática, lúdica e concreta, além de estimularmos o desenvolvimento das crianças em vários aspectos”.

O sucesso do projeto é facilmente constatado ao presenciar a animação das crianças que visitam a Feira de Matemática e, sobretudo, nas apresentações dos trabalhos expostos.

A dupla Dayane Hoffmann e Fernando Budal Arins, ambos estudantes do 4o ano na Escola Municipal Alfredo Germano Henrique Hardt, em Pirabeiraba, foram escolhidos os representantes da turma, para apresentar o trabalho “Carrinho Movido a Balão”, que explora conceitos matemáticos por meio de um projeto de robótica.

“O projeto foi feito pela sala inteira. A professora só orientou e nós, alunos, fizemos tudo”, contou Fernando.

De forma quase sincronizada, Dayane e Fernando contaram que a construção do trabalho aconteceu em várias etapas, desde a sua concepção até os testes finais. Sempre utilizando princípios matemáticos.

“Decidimos que materiais seriam utilizados e as regras para construção do carrinho. Depois, para testar, fizemos corridas onde medimos as distâncias percorridas e cronometramos o tempo que cada carrinho rodou”, explicou o porta-voz da turma, que declarou estar orgulhoso por apresentar o trabalho, inclusive ao prefeito Udo Döhler durante a sua visita ao evento. E a colega Dayane completou: “Amamos matemática! E assim é ainda mais fácil”.

Para os pais e professores que querem despertar o interesse das crianças pelos números, Fernando deixa a dica: “Geralmente, a gente gosta de aprender, brincando”.

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *