canal_cidade

Escolas municipais e CEIs de Joinville aderem aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU

Escolas municipais e CEIs de Joinville aderem aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU
Escolas municipais e CEIs de Joinville aderem aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU

 

 

Todas as escolas e CEIs da Rede Municipal de Ensino de Joinville passa a aderir, esta semana, aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU). O movimento “Vivenciando os ODS nas Escolas” ocorre entre os dias 15 a 18 de abril em 156 unidades.

A adesão foi iniciada nos Centros de Educação Infantil, desde 2010, e agora estendida para as escolas municipais. Os ODS são 17 objetivos mundiais para acabar com a pobreza, promover a prosperidade e o bem-estar para todos, proteger o meio ambiente e enfrentar as mudanças climáticas até 2030.

De acordo com a secretária de Educação, Sônia Victorino Fachini, as escolas e CEIs já possuem nas suas práticas muitos dos ODS. A adesão de toda rede ocorre para estimular ainda mais as mudanças de atitude. “Todas as nossas unidades agora adere aos 17 objetivos da ONU. Esse próximo passa serve como articulação dos espaços educadores sustentáveis com os ODS já iniciado com o nosso programa Reinventando o Espaço Escolar, pioneiro no Brasil”, afirma a secretária. A proposta foi incluída no Plano Municipal de Educação como forma de tornar uma política pública municipal. Em 2013, programa recebeu visibilidade nacional ao receber o Prêmio Inovação de Gestão Educacional do Ministério da Educação.

Ações

Nesta semana, as unidades das Rede Municipal de Ensino desenvolvem atividades com os alunos e comunidade com o objetivo de divulgar os trabalhos desenvolvidos nas escolas articulados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e aos espaços educadores sustentáveis com o Programa Reinventando o Espaço Escolar. Ocorrem diversas ações como pintura de muros e calçadas com símbolos com 17 objetivos da ONU, visitam em casas vizinhas às unidades para trabalho de conscientização, entre outros.

No CEI Raio de Sol, bairro Vila Nova, todos os espaços se tornaram educadores sustentáveis. A unidade possui captação da água da  chuva, reaproveitamento da drenagem dos aparelhos de ar condicionado, horta pedagógica, entre outras práticas. A ação foi além dos muros, com a transformação de um terreno que fica ao lado do CEI. “Era um local que os moradores despejavam lixo e que foi revitalizado e transformado”, afirma Marlene Zimmer, que foi diretora do CEI e atualmente trabalha na formação de gestores e professores. Já na Escola Municipal Prefeito Max Colin, os alunos do 9º ano vão atuar como multiplicadores das ações sustentáveis dentro da própria escola e na comunidade do bairro Iririú.

Centro de formação

Como forma incluir o tema desenvolvimento sustentável no currículo escolar e instrumentalizar os profissionais, a Secretaria de Educação criou recentemente o Centro de Formação Continuada Educação para a Sustentabilidade tem o objetivo de institucionalizar o programa Reinventando os espaços escolares disposto no Plano Municipal de Educação nas metas 1 e 7 e atender as Diretrizes Curriculares Nacionais para Educação na implantação de espaços educadores sustentáveis.

Desde o segundo semestre de 2018, gestores de escolas e CEIs e professores participam de capacitação sobre o tema num ciclo que encerra esta semana.

Registro das ações

Como parte das atividades para celebrar a implantação das práticas educadoras sustentáveis na Rede Municipal de Ensino, será lançado em maio um ebook contendo 71 artigos, com o apoio do Grupo de Estudo Ribombo, do Rio Grande do Sul. São textos e fotos de registros das atividades pedagógicas inovadoras. No ano passado, as mesmas ações resultados num documentário em vídeo.

Por: Secom

Mais notícias

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *