Em nota oficial PSL critica decisão da FIESC

Em nota oficial assinado pelo presidente estadual do PSL, sr. Lucas Esmeraldino, o partido se posicionou contrariado a ausência de convite para participar de evento “Diálogo com candidatos ao Governo de Santa Catarina” reunindo candidatos ao governo do estado, no dia de hoje (20/08)  em Florianópolis.

Confira na íntegra a nota:

Nota Oficial à FIESC

O Partido Social Liberal (PSL) de Santa Catarina vem publicamente expressar sua preocupação e lamenta a decisão da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), de não estender o convite ao candidato ao Governo pelo PSL, Comandante Moisés, para participar do “Diálogo com candidatos ao Governo de Santa Catarina”, que será realizado hoje (20).

O PSL é a sigla que lidera as intenções de voto no cenário nacional, assim como é líder à frente das pesquisas em Santa Catarina, tendo como candidato à Presidência da República, Jair Messias Bolsonaro. Portanto, entendemos que candidatura com tamanha força no pleito nacional, com plano de incentivo à iniciativa privada e à redução do tamanho do Estado, não poderia deixar de se fazer presente no evento aos candidatos ao Governo do Estado.

Por fim, avaliamos que Santa Catarina precisa debater seu futuro de forma democrática. É preciso discutir eleições, onde o povo catarinense, uma população ordeira e   trabalhadora, que hoje apresenta um vasto descontentamento com o atual cenário político, possa definir o caminho que quer para seu Estado e seu País, vendo a participação de todas as forças políticas desta Nação.

Desta forma, o Partido Social Liberal de Santa Catarina coloca seu candidato ao Governo, Comandante Moisés, à disposição, para planejarmos juntos o melhor para a indústria catarinense e para seu povo.

Executiva Estadual
Lucas Esmeraldino
Presidente Estadual do PSL e pré-candidato ao Senado

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *