Eleições 2020: Conselho das Entidades quer Joinville desenvolvida, revitalizada e com planejamento

Os presidentes da ACIJCDLACOMAC e AJORPEME estiveram reunidos na manhã desta quinta-feira, dia 17 de setembro, para conversar sobre assuntos do segmento e também da comunidade. Encerrado o prazo das convenções partidárias e a pouco menos de dois meses para o primeiro turno das eleições municipais, os empresários alinharam prioridades para apresentar aos candidatos à Prefeitura de Joinville.

 

Eleições 2020: Conselho das Entidades quer Joinville desenvolvida, revitalizada e com planejamento
Eleições 2020: Conselho das Entidades quer Joinville desenvolvida, revitalizada e com planejamento (Foto: Divulgação)

 

A preocupação dos empresários se volta, principalmente, para os problemas de desenvolvimento, planejamento, turismo, incentivos às novas empresas (e também às já instaladas no município) e meio ambiente. Cada entidade elaborou um documento aos candidatos com as suas principais reivindicações. Também há uma agenda de videoconferências e reuniões para que os candidatos apresentem as suas propostas aos associados de cada entidade, individualmente. A ACIJ optou por realizar essa conversa com os candidatos no segundo turno.

Ivonei Arnaut, presidente da Acomac, entende que a cidade está mal cuidada. “Queremos uma cidade melhor, com menos burocracia, mais paisagismo, mais asfalto, mais revitalização. Tudo isso se reflete no bem-estar dos joinvilenses, e não podemos nos omitir. Precisamos ouvir dos candidatos quais as propostas para podermos fazer uma boa escolha para os próximos quatro anos”, afirma.

A ACIJ entende que uma das prioridades da gestão municipal deve ser o desenvolvimento econômico sustentável. Para isto, a entidade defende dois pilares: modernização do sistema para emissão de alvarás e licenças, para dar cada vez mais agilidade ao mercado; e investimento em infraestrutura, que traz reflexos positivos em todos os setores. “O investimento em obras de infraestrutura garante mais competitividade ao setor produtivo, atração de novas empresas, novos empregos e, por consequência, aumento da arrecadação de tributos que se refletem em benefícios nas áreas sociais”, destaca Marco Antonio Corsini, presidente da ACIJ.

A CDL elaborou um documento, chamado de “Carta do Comércio”, que será entregue para todos os candidatos à Prefeitura de Joinville. “A entidade quer a manutenção do estacionamento rotativo e ações urgentes para requalificar o Centro da cidade”, diz o presidente da CDL, José Manoel Ramos. Também sugere a criação de comissões provisórias para aprovar e acompanhar obras – compostas por representantes do comércio local, moradores e proprietários de imóveis – toda vez que for realizada obra de impacto em determinada região. A entidade também vai apresentar aos candidatos a preocupação com a venda de produtos piratas em feiras itinerantes, além de pedir a desocupação das calçadas pelo comércio informal.

“Para que a comunidade tenha a oportunidade de conhecer as propostas de todos os candidatos a prefeito dos municípios de Joinville, Araquari e Balneário Barra do Sul, elaboramos um cronograma de entrevistas. Além disso, entregamos aos partidos dos três municípios documentos que podem contribuir com a elaboração do plano de governo, focando nas necessidades das micro e pequenas empresas. Somos uma entidade apartidária, mas acompanhamos de perto os panoramas políticos e seus reflexos na nossa região. Acreditamos ser de extrema importância ouvir todos, de forma democrática”, afirma Adael dos Santos, presidente da Ajorpeme.

As eleições municipais e a reunião do Conselho das Entidades reforçam a importância de o futuro prefeito exercer seu mandato ouvindo a comunidade e as entidades, que, por sua vez, auxiliam na participação e na fiscalização como contribuição para a sociedade.

 

 

Por: ACIJ

Mais notícias

Educa Mais Brasil

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *