Comércio de rua de Joinville atende até as 22 horas nesta semana

Comércio de rua de Joinville atende até as 22 horas nesta semana
Comércio de rua de Joinville atende até as 22 horas nesta semana

 

 

 

Com o horário ampliado, os consumidores de Joinville ganharam um tempo maior para procurar o presente de Natal no comércio de rua e nos shoppings. Os horários do comércio de rua foram estendidos no dia 2 de dezembro e seguem diferenciados até a véspera de Natal (24).

Nesta semana, de 16 a 20 (segunda a sexta), as lojas atendem até as 22 horas. No dia 21 (sábado), até as 20 horas. No dia 22 (domingo), das 10 às 20 horas. No dia 23 (segunda-feira), até as 22 horas. No dia 24 (terça-feira), o comércio de rua está aberto até as 14 horas.

Nos shopping centers, a alteração de horários nas lojas comerciais ocorre somente aos domingos e na véspera de Natal. No dia 22, funcionam das 10 às 22 horas. No dia 24, até as 16 horas.

Fechamento – Nos dias 25 (quarta-feira/Natal), 31 de dezembro (terça-feira) e 1º de janeiro (quarta-feira), tanto as lojas dos shoppings quanto as de rua estarão fechadas. O comércio de rua também fecha no dia 29 (domingo).

 

Orientações jurídicas

O horário natalino está previsto na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2019/20200 assinada pelo Sindicato do Comércio Varejista de Joinville (Sindilojas) e Sindicato dos Empregos no Comércio de Joinville e Região (Comerciários).

O departamento jurídico do Sindilojas chama a atenção dos lojistas para algumas questões em relação à ampliação dos horários de atendimento em dezembro. As empresas devem ficar atentas aos seguintes pontos:

– A extensão da jornada do empregado não pode superar duas horas diárias, ou seja, o empregado só poderá fazer duas horas extras por dia, respeitando-se em todos os casos a legislação trabalhista vigente.

– As horas extras deverão ser quitadas em folha de pagamento.

– Existe a possibilidade de compensação das horas extras trabalhadas, mediante acordo individual ou coletivo.

– Observar as regras definidas pela Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2019/2020.

 

 

 

Por jornalista Albertina Camilo 

Fotos: Alex Pompeu / CDL Joinville

Mais notícias

Educa Mais Brasil

 

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *