so_aqui

Comciti elege novos conselheiros

Marcos Hollerweger, representante Senai, do sistema Fiesc.
Marcos Hollerweger, representante Senai, do sistema Fiesc e novo presidente do Comciti.

 

O Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação de Joinville (Comciti) elegeu nesta quinta-feira (14) o novo presidente e seis novos conselheiros representantes da sociedade civil.

No lugar de Emerson Edel, atual presidente e representante da Perini Business Park, foi eleito Marcos Hollerweger, representante Senai, do sistema Fiesc.

A presidência é por um período de dois anos, mesmo tempo de gestão dos seis novos representantes da sociedade civil. Os novos eleitos representam as empresas Perini Business Park, Fab Ville (robótica), Inovaparq, Pollux (robótica), Abii (Associação Brasileira de Internet Industrial) e Embraco.

O Comciti é um órgão colegiado do Município de Joinville que tem a finalidade de formular, propor, avaliar e fiscalizar ações e políticas públicas de desenvolvimento técnico-científico, a partir de iniciativas governamentais ou em parceria com agentes privados, preservando o interesse público, tendo a inovação como fator primordial para desenvolvimento de Joinville.

Integram o conselho 33 entidades da área governamental, de entidades acadêmicas e da sociedade civil. Durante a conferência que elegeu a nova diretoria e conselheiros foram apresentados painéis que apresentaram abordagem histórica do desenvolvimento de Joinville, desde sua fundação, até a cidade idealizada pelo programa Join.Valle dentro de 30 anos.

Nesses mais de 160 anos desde a fundação de Joinville foram citados exemplos que marcaram a vida econômica da cidade a partir de empreendimentos inovadores gerando marcas como a Wetzel a partir de uma fábrica de sabão e velas em 1852, tecelagens como a Döhler e indústria de ferramentas e ferragens como a Schneider em 1881, Fundição Tupy, Tigre, Lepper, Busscar, Douat, Consul, Duque, Docol, Ciser, Schultz, Gidion, Embraco, Akros, Datasul, Krona, Atletic, Perini Business Park.

“Joinville já passou por quatro ciclos e hoje se integra a uma nova economia que vai chegar a seu apogeu dentro de 30 anos, como aspira nosso programa Join.Valle, com o propósito de melhorar a qualidade de vida das pessoas promovendo a cocriação de uma cidade mais inteligente e humana”, resumiu o secretário de Planejamento e  Desenvolvimento Sustentável Danilo Conti.

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *