bolsas_estudo

Centro de Treinamento do SENAI Joinville prepara estudantes para mundial de profissões na Rússia

Centro de Treinamento do SENAI Joinville prepara estudantes para mundial de profissões na Rússia
Centro de Treinamento do SENAI Joinville prepara estudantes para mundial de profissões na Rússia

WorldSkills Competition, torneio internacional de educação profissional, será realizado de 22 a 27 agosto, em Kazan

Desde que começaram a participar da WorldSkills Competition, o torneio internacional de profissões, em 1987, os estudantes do SENAI têm aprimorado seu desempenho e conquistado melhores resultados. Isso se deve à preparação técnica de excelência, ao aprimoramento da metodologia, ao uso de equipamentos de ponta com a ampliação e à modernização da estrutura da instituição. O torneio, que envolve estudantes de profissões técnicas de todo o planeta, avalia conhecimentos, habilidades e atitudes, aspectos essenciais para desenvolvimento das competências profissionais.

Quatro Centros de Treinamento foram instalados no Brasil, sendo um deles em Joinville, com o objetivo de promover um ambiente favorável ao aprendizado da educação profissional, com a missão de manter o Brasil como sendo um país de excelência. “A escolha de Joinville para sediar um dos centros, foi pela referência conquistada ao longo dos anos, pelas medalhas e pela dedicação das pessoas da unidade para este objetivo”, explica o professor do SENAI de Joinville Adinor Martins, líder dos avaliadores na modalidade de Engenharia de Moldes para Polímeros na WorldSkills Competition 2019, que será realizada na cidade Russa de Kasan, de 22 a 27 de agosto.

Neste ano, mais uma vez o Centro de Treinamento do SENAI de Joinville foi o local escolhido por dois estudantes brasileiros que irão competir na Rússia: Allan Scholze (de São Bento do Sul, na modalidade Fresagem CNC) e Vitor Galdino Santos (de São Paulo capital, em Engenharia de Moldes para Polímeros).

Allan Scholze treina em Joinville desde janeiro. Durante este período já esteve na Alemanha, onde participou de treinamentos para aprimorar suas habilidades e participar de prova de simulação com outros estudantes. Além do curso Técnico em Eletromecânica, Allan também fez no SENAI os cursos de mecânica em usinagem, mecânica de manutenção e especialização em CNC. Pelo conhecimento e pelo tempo de treinamento, o estudante está confiante na obtenção de um bom resultado em Kazan. “A cada dia treino para melhorar meu desempenho, inovando nas formas de realizar os desafios propostos. Aqui em Joinville temos toda a infraestrutura e o suporte que precisamos para a preparação. Apesar da pressão nas provas, consigo manter-me focado na atividade a ser desenvolvida”, destaca Allan.

O estudante Vitor Galdino Santos escolheu o Centro de Treinamento do SENAI de Joinville para finalizar seu treinamento. Com esse período atual, serão três meses de preparação em Joinville. Em junho, Vitor participou de um simulado no local das competições em Kazan. “A participação neste simulado nos possibilitou conhecer o nível dos competidores e das provas. Também participaram competidores da China, Coreia do Sul e Rússia. Aqui em Joinville também tive oportunidade de conhecer várias empresas de ferramentaria, que me permitiram fazer um link entre o estudado no SENAI com as habilidades aplicadas na indústria. O acompanhamento do professor Dinor Martins e sua equipe também tem sido fundamental no meu treino”, explica Vitor.

Santa Catarina terá nove competidores na WorldSkills 2019, sendo sete estudantes do SENAI e dois do SENAC. Além de Allan, o SENAI terá Eduardo Hermann (Administração de Sistemas de Redes), Gabriele Raiser (Vitrinismo) e Gabriel Ribeiro (Soluções de Software) de Blumenau; Gabriel Hoffmann (Manutenção de Aeronaves), de Palhoça, e Jean Carlos Novak (Cyber Segurança) e Raissa Marcon Constante (Cyber Segurança) de Florianópolis. As duas estudantes do SENAC são Isadora Berti Guedes Pereira (Tubarão) competirá em Estética e Bem-estar e Jéssica Cristina de Campos (Rio do Sul), em Floricultura.

Para chegar ao mundial, os alunos passaram pelas etapas escolar, estadual e nacional. Representante brasileiro da WorldSkills, o SENAI realizou provas seletivas para 44 ocupações, sendo que Santa Catarina participou de 25 e conquistou as vagas no mundial em seis delas, pois na Cyber Segurança a disputa é em dupla. Durante as seletivas, da mesma forma que no mundial, os estudantes tiveram que realizar tarefas relacionadas a cada profissão, o que incluiu planejamento e confecção de produtos, páginas de internet (incluindo design e programação), criação e confecção de roupas ou execução de serviços como reparos em veículos e aeronaves e instalações elétricas.

 

Sobre a Worldskills – O mundial de profissões técnicas é realizado a cada dois anos e reúne jovens de todo o mundo. Cada ocupação tem provas específicas, que são distribuídas em quatro dias. Os competidores precisam demonstrar habilidades individuais e coletivas para responder aos desafios de suas ocupações dentro de padrões internacionais de qualidade. A participação na WorldSkills possibilita uma grande troca de experiências e qualificação para os competidores, beneficiando o ensino do SENAI e toda a indústria brasileira.

 

Por: Dalires Luiza

Mais notícias

Educa Mais Brasil

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *