canal_cidade

CDL volta a levar demandas do comércio de Joinville a prefeito e secretários

CDL volta a levar demandas do comércio de Joinville a prefeito e secretários
CDL volta a levar demandas do comércio de Joinville a prefeito e secretários

 

Presidente e diretores da CDL de Joinville se reuniram com prefeito e secretários na manhã de segunda-feira, quando reapresentaram demandas do comércio local.

 

Em nova reunião na Prefeitura de Joinville, na manhã de segunda-feira (21/1), demandas que preocupam o comércio local voltaram à mesa de discussões com a presença de representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas e da prefeitura: o retorno do estacionamento rotativo e maior fiscalização aos ambulantes e às feiras irregulares. Os assuntos já tinham sido levantados durante encontro da CDL com Udo Döhler no dia 11 de janeiro. Desta vez, a reunião foi mais longa e produtiva, principalmente em relação ao estacionamento rotativo.

Participaram da conversa o prefeito Udo Döhler; o presidente da CDL, José Manoel Ramos; os secretários de Turismo, Raulino Sbiteskoski, de Meio Ambiente, Jonas de Medeiros, e de Planejamento Urbano e Desenvolvimento Sustentável (Sepud), Danilo Conti; o diretor-executivo da Procuradoria Geral do Município, Douglas Calheiros Machado; o diretor-executivo da Sepud, Rafael Bento; e Rafaela Rodrigues, da Gerência de Cidades Humanas e Inteligentes da Secretaria de Desenvolvimento. Pela CDL também estiverem presentes os diretores Manfredo Trauer e Marli Silva Avancini, os advogados Álvaro Cauduro e Andressa Vicente e o comerciante Dayan Günther.

 

Retorno do estacionamento rotativo

Sobre o retorno do estacionamento rotativo, que está há cinco anos suspenso, a CDL propôs a Udo que fizesse o lançamento do novo formato (gratuito) no dia 11 de março deste ano, durante a posse oficial da nova diretoria da entidade. O prefeito foi simpático à ideia, e prometeu estudar a possibilidade.

 

Ambulantes e feiras

Outro assunto da reunião foi a proliferação de ambulantes na área central de Joinville. A CDL entregou um dossiê com fotos e pesquisa realizada pela Fecomércio SC sobre pirataria e pediu ao prefeito para maximizar as operações de fiscalização.

As feiras itinerantes também entraram na pauta da reunião. A CDL apresentou proposta de alteração da lei municipal nº 431/2014. Só assim, segundo a entidade, poderão ser evitados os prejuízos ao comércio local provocados por essas feiras, principalmente as que vêm de São Paulo.

 

Requalificação do Centro  

Durante a reunião com a CDL, a Prefeitura apresentou o projeto “Caminhos de Joinville”, que busca a requalificação do Centro do município. As ações estão sob a responsabilidade da Secretaria de Planejamento Urbano e Desenvolvimento Sustentável e levam em consideração o núcleo central que deu origem à cidade, constituído por espaços ou imóveis de interesse do patrimônio cultural.

O projeto é de longo prazo e concentrará as primeiras intervenções nas ruas Engenheiro Niemeyer, São Joaquim, Jerônimo Coelho, Travessa Bachmann e rua do Príncipe. “A mudança acaba por valorizar não só o comércio local, mas também reforça a conexão com a Rua das Palmeiras”, explicou Rafaela Rodrigues, da Gerência de Cidades Humanas e Inteligentes da Sepud.

 

Mais notícias

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *