catolica

Católica SC tem diversas opções de cursos que agradam ao público feminino

Conforme relatório da Education at Glance, 25% das brasileiras com idade entre 25 e 34 anos têm ensino superior. A porcentagem cai para 18% entre os homens da mesma faixa etária. Ou seja, as mulheres lideram quando o assunto é buscar capacitação, pois a formação superior é fator determinante para conquistar melhores oportunidade de trabalho e autonomia financeira. Mas quais são as profissionais favoritas delas? Confira o que diz o Censo de Educação Superior do Ministério da Educação (MEC):

 

Católica SC tem diversas opções de cursos que agradam ao público feminino
Católica SC tem diversas opções de cursos que agradam ao público feminino (Foto: Biblioteca Educa+)



Pedagogia

A graduação em Pedagogia (http://www.catolicasc.org.br/ead/curso/pedagogia/), uma das formas disponíveis na Católica de Santa Catarina, está no topo da lista de cursos de maior procura pelas brasileiras. De acordo com o MEC, em 2017 foram realizados 661 mil matrículas por pessoas do sexo feminino nesse curso.

A graduação em Pedagogia forma profissionais para atuar no processo de ensino-aprendizagem na educação infantil, nos primeiros anos do ensino fundamental e no supletivo, que é o ensino voltado para jovens e adultos. Quem escolhe a formação, tem a possibilidade de atuar ministrando aulas no ensino público ou no privado, além de desenvolver ações pedagógicas em equipes interdisciplinares em empresas de diferentes segmentos. De acordo com o site Glassdoor, a remuneração em média do profissional recém-formado é de R$2.234,88.



Direito

A graduação em Direito (http://www.catolicasc.org.br/jaragua-do-sul/curso/direito/) é um dos cursos mais procurados nas instituições de ensino superior do país, tanto na rede pública como na particular, pelas mulheres e pelos os homens também. De acordo com o último censo divulgado pelo MEC, mais de 486 mil matrículas em cursos na área foram realizadas por mulheres.

A formação prepara profissionais para atuar na aplicação das leis conforme a constituição vigente. Ao longo do curso, os alunos adquirem conhecimentos a respeito das legislações brasileira e internacionais, além de desenvolver uma visão crítica a respeito do contexto social e político do país.

É possível atuar nos setores públicos e privados, no meio acadêmico ou seguir a carreira de diplomata. Já para atuar como advogado ou juiz, o bacharel em direito precisa passar no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Caso o profissional deseje ser promotor ou delegado, é necessário prestar concurso público. Em média, um advogado ganha R$4.007,37.


Administração

A graduação de Administração (http://www.catolicasc.org.br/jaragua-do-sul/curso/administracao/) foi a escolha feita por 374.553 mulheres brasileiras, de acordo com o levantamento do MEC. O curso tem o objetivo de capacitar profissionais para realizar gestão e desenvolver maior compreensão sobre todo o funcionamento de um setor e ou de uma companhia. Muitos profissionais optam por trabalhar com os recursos financeiros de uma organização.

Outra atuação muito desejada pelos estudantes que escolhem o curso é o empreendedorismo. Ao longo da graduação, os estudantes adquirem habilidades para abrir o próprio negócio. A média salarial de um analista pleno administrativo é de R$3.604,15.

Ciências Contábeis

O setor de finanças fecha o topo do ranking dos cursos mais procurados pelas brasileiras, com mais de 206 mil matrículas registradas pelo último censo do MEC. A graduação em Ciências Contábeis (http://www.catolicasc.org.br/joinville/curso/ciencias-contabeis/) tem como objetivo preparar os profissionais para planejar e gerenciar o que se refere ao setor contábil e construir habilidades para controlar receita, lucros e despesas.

As maiores demandas para o contador são em gerência financeira, controladoria, auditoria, análise de tesouraria, análise fiscal e contábil. O salário médio é de R$3.517,34.

Psicologia

O curso de Psicologia (http://www.catolicasc.org.br/joinville/curso/psicologia/) é a escolha de formação superior de muitas mulheres, atingindo o número de 201.114 matrículas feitas pelo sexo feminino, conforme o último censo do MEC. Ao longo da graduação, os estudantes adquirem a sensibilidade para observar e analisar os comportamentos humanos.

O curso forma profissionais capazes de fazer o diagnóstico de transtornos mentais e de atuar na prevenção e no tratamento. Há campo de trabalho em consultórios, clínicas, assistência social e nas áreas de Recursos Humanos de empresas. A média salarial é de R$2.334,30.

Serviço Social

A graduação em Serviço Social (http://www.catolicasc.org.br/ead/curso/servico-social/), que prepara profissionais para atuar na busca pela ampliação de direitos sociais, registrou 138 mil matrículas realizadas pelo público feminino, segundo os dados do MEC. O profissional pode trabalhar em órgãos públicos – municipais, estaduais ou federais – nas áreas da saúde, na assistência social, na previdência social e em equipes multidisciplinares de organizações sem fins lucrativos. A remuneração média é de R$ 2.447,13.

Fisioterapia

Com mais de 129 mil matrículas realizadas pelo público feminino, conforme o censo do MEC, essa graduação capacita profissionais para trabalhar na prevenção e na reabilitação da capacidade física e funcional dos pacientes por meio da aplicação de técnicas que envolvem movimentos, massagens e ginásticas regenerativas.

O profissional pode trabalhar em locais como hospitais, clínicas médicas e centros de reabilitação, clubes esportivos e empresas. Muitos profissionais de fisioterapia exercem a profissão como autônomos, em seus próprios consultórios ou realizam atendimentos domiciliares. A média salarial é de R$ 2.389,31.

Recursos Humanos

O curso de Recursos Humanos (http://www.catolicasc.org.br/jaragua-do-sul/curso/gestao-de-recursos-humanos/) também entra na lista das 10 carreiras mais buscadas pelas mulheres. Ao longo do curso, o estudante aprende a realizar a gestão das atividades do setor de RH, como admissões, salários, férias, transferências e demissões. Além disso, desenvolve a habilidade de planejar e aplicar melhorias no ambiente de trabalho para promover mais qualidade de vida. O salário médio é de R$ 2.646,42.

Arquitetura e Urbanismo

A graduação em Arquitetura e Urbanismo (http://www.catolicasc.org.br/joinville/curso/arquitetura-e-urbanismo/), conta com 112 mil matrículas feitas por mulheres, conforme o último Censo de Educação Superior do MEC. Por meio dessa formação, o estudante será capaz de planejar, desenhar e construir ambientes internos e externos que primem pela funcionalidade, estética e conforto.

O profissional de Arquitetura e Urbanismo trabalha em conjunto com profissionais de paisagismo, design de interiores e planejamento urbano. Pode atuar em empresas de arquitetura, em construtoras ou seguir a carreira acadêmica. A média salarial é de R$5.452,39.

Teste vocacional

A Católica SC oferece um teste vocacional (https://catolica-sc.aceleradoradecarreiras.com/chat/catolica-sc?utm_source=Site&utm_content=site-banner-home%0A&link_identification=690&utm_medium=link) para quem está dúvida sobre qual curso de graduação escolher.

 

 

Por: Católica SC

Mais notícias

Educa Mais Brasil

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *