catolica

Católica SC compartilha dicas de direcionamentos aos recém-formados

Os universitários normalmente sentem ansiedade meses antes, durante e após a colação de grau. Esta sensação é bem comum e costuma surgir ao término de um ciclo. Na psicologia, um ciclo é uma série de acontecimentos que ocorrem em uma ordem determinada. E a maioria deles tem começo, meio e fim.

 

Católica SC compartilha dicas de direcionamentos aos recém-formados (Foto: Divulgação)
Católica SC compartilha dicas de direcionamentos aos recém-formados (Foto: Divulgação)



No caso do formando, é comum surgirem dúvidas como: “será que eu estou pronto para o mercado de trabalho? Será que eu sou bom nisso? Será que eu dou conta? Será que faço outra graduação? É melhor fazer uma pós-graduação ou apostar em um mestrado?”. A Católica SC compartilha algumas dicas de direcionamentos para quem está vivendo esta fase da vida.

 

Dicas para os recém-formados

  • Definir onde quer chegar.
    • Traçar metas de curto, médio e longo prazo.
    • Atualizar o currículo.
    • Reavaliar periodicamente os objetivos.
    • Experimentar as áreas da profissão.
    • Manter atualizado.
    • Apostar no networking.
    • Ser flexível.

 


Por onde começar

Uma das primeiras perguntas que o recém-formado de fazer é qual tipo de profissional quer ser. É importante estabelecer objetivos de curto, médio e longo prazo. Mesmo se houver incertezas, é interessante listar os interesses no momento, saber onde quer chegar e qual tipo de atividade quer realizar dentro das oportunidades de atuação. Também é essencial analisar se essas metas condizem com o propósito e valores de vida.



Buscar o autoconhecimento

• Ambiente: refletir se quer fazer parte de um ambiente mais competitivo, mais tranquilo, formal, casual, com hierarquia bem estruturada, com mais autonomia ou até mesmo trabalhar sozinho, em casa.
Paixão: identificar o que faria se não precisasse se preocupar com dinheiro. Tirar a questão financeira pode ajudar a identificar as verdadeiras paixões dentro da profissão. Se o interesse for por uma área que inicialmente não oferece um ótimo retorno financeiro, mas é o que traz felicidade, traçar metas para adquirir mais conhecimento e desenvolver habilidades para conquistar um cargo melhor dentro desse segmento.
Motivação: toda profissão tem o objetivo de encontrar soluções para diferentes problemas. Em algumas ocupações, as soluções são mais simples. Já em outras, é preciso lidar com situações complexas diariamente. Tendo em mente que sempre haverá desafios pela frente, pensar nos aspectos que motivam dentro da profissão. Descrever situações, acontecimentos e características que costumam alegrar o dia a dia e buscar entender o que, de fato, motiva. É o propósito do trabalho? É o desafio das tarefas? É o senso de importância da atividade? São as pessoas envolvidas?
Legado: um profissional pode, e deve, deixar um legado ao passar em uma empresa. A forma que o profissional quer ser lembrado pode direcionar o plano de carreira. Entender o que é preciso fazer para chegar onde planejou.



A conquista das oportunidades


Muitos acabam deixando à sorte o que acontece na vida profissional, principalmente quando começam a se ocupar com as tarefas da rotina do trabalho. Mas as chances de alcançar os objetivos são muito maiores ao rever constantemente as metas.



Pontos essenciais para planejar e agir no começo de carreira
• Identificar se quer ser freelancer, efetivo ou empreendedor.
• Listar as empresas e organizações que tem interesse em trabalhar.
• Pesquisar sobre como funcionam os processos seletivos dessas empresas.
• Descobrir como é a oportunidade, os desafios e a cultura da empresa.
• Pedir feedback de amigos e ex-professores para saber quais são os seus pontos fortes e fracos e como pode melhorar.



Superação da insegurança

É normal sentir insegurança ao fazer algo novo pela primeira vez, mesmo com as experiências de estágios e de trabalho. Só enfrentando a insegurança e encarando os desafios encontrados é possível evoluir, ganhar mais experiência e estar mais preparado para alcançar os objetivos. 



O que vem por aí
• Coisas novas são aprendidas todos dias. Manter a vontade de se atualizar continuamente e perguntar sempre que surgir uma dúvida. Não ter medo de pedir explicações e de questionar.
• Não ter medo de arriscar. Quando estiver trabalhando, se oferecer para fazer um determinado projeto. Dizer que tem conhecimento teórico, mas não tem habilidade prática e que gostaria de desenvolvê-la. Se bater uma incerteza, procurar a resposta antes de realizar uma ação para vai evitar problemas.
• Se errar, admitir as falhas. Estar aberto para pedir ajuda, só assim aprenderá a evitar erros futuros e também a aprimorar as habilidades. 
• Prestar atenção no presente. Sofrer por antecipação, imaginar situações de ameaças e fracasso, só vai tirar o foco da atividade, além de deixar de aprender e acabar entregando um trabalho de qualidade mediana.
• Tornar o aprendizado um hábito. As transformações tecnológicas e de comportamento fazem as coisas, em diferentes setores, mudarem muito rápido. Investir em novos cursos e treinamentos. Conhecimento nunca vai ser demais.



Dúvidas sobre a profissão escolhida

Muitos entram no ensino superior confiante com a escolha profissional feita e descobrem ao longo do curso que gostariam de atuar em outras áreas. Também é normal se sentir pressionado, muitas vezes por si mesmo.

 


A escolha dos próximos passos
Listar os motivos que fizeram escolher o curso e os fatores que fizeram mudar de ideia com relação à profissão. Vale incluir as expectativas que foram frustradas, como ambiente de trabalho, propósito, salário ou qualquer outra situação ligada à profissão que trouxe frustração ou fez enxergar a profissão de uma forma diferente.
• Explorar as possibilidades da profissão. Antes de tomar uma atitude de investir em uma nova área é importante estar certo de que conheceu todas as possibilidades de atuação. Algumas áreas oferecem diversas oportunidades e nem sempre é possível experimentar todas elas ao longo do curso de graduação. Para conhecer todas as áreas de atuação, vale dar pesquisar na internet, conversar com ex-professores e falar com profissionais que admira. Para ajudar nesse processo, os acadêmicos da Católica SC têm à disposição a equipe do SOU (Serviço de Orientação Universitária) e da Central de Carreiras. Além disso, o egresso do centro universitário pode manter o vínculo, principalmente pelo uso dos serviços da Central de Carreiras.
• Traçar um plano de ação. Mesmo que esteja se sentindo perdido, é importante estar seguro para listar em quais áreas não quer atuar de forma alguma. Investir um tempo para pensar na questão e transformar os interesses em um projeto. É importante pesquisar bem sobre as áreas de interesse, sobre o mercado de atuação e salário.

 

Pós-graduação ou nova graduação

Se uma área diferente da sua formação despertar o interesse e ainda não souber exatamente o que fazer, um bom começo é pesquisar qual é a formação necessária para trilhar uma carreira no segmento. Em muitos casos, apostar em uma pós-graduação já é o suficiente para iniciar uma nova profissão. Aliás, muitas instituições de ensino superior, como a Católica SC, contam com programas de estágios voltados para os estudantes de pós-graduação.

Já para outras profissões, como nas áreas de Direito, Engenharia e Saúde, ter um diploma de nível superior específico é pré-requisito básico para construir uma nova carreira. Caso tenha que iniciar uma segunda graduação, é bom pesquisar sobre a equivalência de grades. É possível se formar em menos tempo ao eliminar algumas disciplinas.

 

As conquistas e desafios das experiências profissionais

Seja qual for a escolha de carreira, conseguir entrar na área requer flexibilidade para começar de baixo e aprender do início. Muitos estudantes acabam adiando o estágio, porque já estão trabalhando e não querem dar um passo atrás” com uma proposta em que o salário é menor que o trabalho atual ou realizar um estágio sem remuneração. Também existem os casos dos estudantes que acabam postergando os estágios, ao longo da graduação, finalizando o curso sem a experiência necessária para encarar o mercado de trabalho.

Quem encerrou o curso sem a vivência de um estágio precisa estar ciente que a entrada na área vai exigir esse retorno à base. Na prática, isso significa ir atrás de um estágio ou se oferecer para ajudar em um projeto de um amigo, fazer freelas e criar projetos. Os acadêmicos da Católica SC podem contar com o suporte da Central de Carreiras, que levanta as oportunidades disponíveis e orienta para os processos seletivos.

O que também pode acontecer é alguns profissionais que fizeram cursos mais abrangentes, como Administração, se encontrem trabalhando em áreas totalmente diferentes da graduação. Existem lados bem positivos dessas situações, pois quem tem experiência prática em uma área profissional e acadêmica em outra, costuma ter um repertório maior e consegue dominar uma gama mais variada de atividades, encontrando melhores soluções para as atividades diárias.

Não ser efetivado no estágio é outra situação que ocorre com boa parte dos estudantes. Geralmente, o fato de não receber a proposta de efetivação não está ligado ao desempenho profissional. Muitas empresas trabalham com vagas exatamente para o perfil de estágio e não planejam a efetivação de quem ocupa essa vaga.  

O interesse é valorizar as conquistar com o estágio. Ao longo dele, é possível aprender muita coisa sobre a profissão com pessoas mais experientes. Além de serem colegas de profissão, são contatos importantes, os vínculos devem ser preservados por meio das redes sociais e grupos do WhatsApp. No LinkedIn, por exemplo, é possível solicitar recomendações no seu perfil. São relacionamento profissionais que podem fazer a diferença a longo prazo.

O estágio é um tempo de muito aprendizado que agrega ao currículo. Nas entrevistas de emprego, é interessante dar destaque às experiências e aos projetos que mais se orgulhou. Ao ser questionado sobre erros, é possível como reverteu as situações. Estágios são momentos para aprender e admitir erros é um dos critérios para conseguir se desenvolver profissionalmente.

 

 

Por: Católica SC

Mais notícias

Educa Mais Brasil

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *