Casa da Cultura de Joinville inicia ano letivo de 2020

Casa da Cultura de Joinville inicia ano letivo de 2020
Casa da Cultura de Joinville inicia ano letivo de 2020

Nesta segunda-feira (17/2), a Casa da Cultura de Joinville iniciou seu ano letivo de 2020, com os cursos da Escola de Música Villa-Lobos (EMVL) e da Escola de Artes Fritz Alt (EAFA).

As aulas da Escola Municipal de Ballet (EMB) começarão na próxima semana, mas os alunos veteranos iniciaram hoje os ensaios para o espetáculo “Mostra de Cultura – Dança, música, teatro e arte plástica em espetáculo”, que deverá ser apresentado no mês de abril e, também, antes do Festival de Dança de Joinville, em julho. Ao todo, serão recebidos cerca de 1,6 mil alunos, distribuídos nos 28 cursos oferecidos pela Casa da Cultura.

Entre os novos alunos, está Lucas de Almiron Oliveira, de 13 anos, calouro do curso de piano da EMVL. Recém-chegado a Joinville, as aulas de música são mais uma novidade para o garoto que já conhece um pouco de violão, flauta, gaita e bateria, e que deseja aprender e ir longe com sua arte.

Já na primeira aula de piano, o contato com o novo instrumento foi desafiador: “Foi um pouco assustador, não sabia nada, fiquei um pouco nervoso. Mas depois fui me acostumando e ficou divertido”, disse o aluno. Sobre a primeira impressão que teve da Casa da Cultura, Lucas declarou-se satisfeito: “Na entrada já percebi que deve ser uma ótima escola e que vai ser muito bom estudar aqui. Já sonhei em formar uma banda quando eu crescer, mas por enquanto vou aprender a tocar e talvez poder ensinar outras pessoas no futuro”, revelou.

Para o pai de Lucas, Jones Almeida Oliveira, que também estudou na Casa da Cultura, a ideia é que o curso proporcione conhecimento, valores e oportunidades ao seu filho. “Sabemos que a Casa da Cultura é uma instituição de importância nacional. Nossa expectativa é que ele aprenda a tocar o instrumento e expanda seu conhecimento musical. A música agrega muitos valores na educação de uma pessoa”, afirma.

A relevância do trabalho oferecido pela Casa da Cultura também destacado pela designer gráfico e terapeuta holística Arlete Scantamburlo Ribeiro, aluna da Escola de Artes Fritz Alt (EAFA) há cerca de dez anos. Após cursar História da Arte, Desenho, Pintura e participar do ateliê livre de pintura, a veterana descobriu mais uma paixão, a cerâmica.

Para ela, além de representar uma experiência pessoal, a Casa da Cultura é uma referência em aprendizado: “A Casa da Cultura nos oferece acolhimento, profissionalismo e dedicação. Ter uma escola pública, desse nível, é algo que deve ser aproveitado por qualquer pessoa que tenha gosto pela arte”.

Vagas remanescentes

As pessoas que tiverem interesse em se inscrever em algum dos cursos da Casa da Cultura, ainda neste ano, podem ficar atentas às vagas remanescentes que serão anunciadas ainda nesta semana. De acordo com a coordenação da Casa da Cultura, serão ofertadas vagas ainda não preenchidas para alguns cursos da Escola de Música Villa-Lobos, Escola de Artes Fritz Alt e Escola Municipal de Ballet.

Por: Secom

Mais notícias

Educa Mais Brasil

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *