Cantora de Joinville é a única latina indicada a prêmio internacional

A terceira edição do FemMetal Awards, realizado pelo site de mesmo nome, indicou Monica Possel, vocalista da Hamen, ao prêmio “Jeanne D’Arc Award for Best Operatic Vocals” (Melhor Vocal Operístico, em tradução livre). A artista brasileira compete nesta categoria com Anette Olzon (The Dark Element), Capri Virkkunen (Amberian Dawn), Domina (Matrimonium), Hela Pálsdóttir (Rossometile), Melissa Bonny (Ad Infinitum), Nicoletta Rosellini (Walking in Darkness), Susanne Scherrer (MoonSun), Victoria Knight (Victoria K) e Viktorie Surmová (Surma). A votação acontece entre os dias 14 e 21 de dezembro no site.

 

Cantora de Joinville é a única latina indicada a prêmio internacional
Cantora de Joinville é a única latina indicada a prêmio internacional (Foto: Divulgação)

Vote: https://femmetal.rocks/femmetal-awards-2020-public-voting/

De Joinville (SC), Monica Possel, vocalista da Hamen, é a única latina a a ser indicada ao prêmio FemMetal e explica um pouco mais sobre a categoria e o que significa esta premiação.

“Esta classificação é dada pela FemMetal para categorizar vocalistas de banda de metal sinfônico, power e melódico. Não necessariamente o vocal seja operístico ou lírico. A indicação é simplesmente a realização de um sonho. É ver que o nosso som, a nossa qualidade musical está chegando lá. Nunca imaginei chegar numa competição de vocalistas, onde eu fosse a única representante Brasileira. Para mim é a força da cena metal feminina nacional tomando corpo para além das nossas fronteiras.“, avalia Monica.

 

(Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

 

Além de falar sobre o que significa essa indicação para a Hamen, a artista também conta o que este primeiro passo na premiação pode afetar as mulheres do metal brasilero.

É nisso que eu mais penso, o quanto a cena underground feminina poderá ser mais valorizada no Brasil. Eu quero levar todas comigo, pq acredito que essa força, essa união é o que está ajudando para isso acontecer. Muito da força das mulheres do Garotas do Front e do Rock Brasil Feminino, enfim, são inúmeras mulheres por trás disso tudo que fica difícil até mencionar.”, elogia Monica.

Criada em 2013, a Hamen surgiu no cenário nacional com o EP “Altar” (2015) e de lá pra cá a banda lançou o álbum “Unreflected Mirror” (2018) e já participou de coletâneas internacionais, se tornando uma das representantes do metal sinfônico brasileiro. O disco traz como temática noções abordadas na ficção científica, como mundos alternativos e também conta com influências da literatura de Arthur C. Clarke, autor de “2001 – Uma Odisseia no Espaço”, entre outros clássicos. A Hamen é formada por Monica Possel (voz), Cadu Puccini (guitarra), Gabriel Pedroso (bateria) e Matheus Maia (baixo).

Atualmente divulgando o álbum por meio da participação em festivais online, a vocalista também fez uma breve avaliação do mercado brasileiro de metal.

Temos ótimas bandas aqui, ótimos talentos. Infelizmente o público e não só o público, mas os artistas também, acabam se comparando com as bandas de fora, o que gera um pouco de competição e/ou frustração, mas o público e nós mesmos artistas precisamos saber que aqui no Brasil temos uma legião de fãs e isso já é um grande potencial para alavancarmos.”, finaliza Monica Possel.

 

Siga a Hamen e fique por dentro das novidades

Facebook: https://www.facebook.com/hamenofficial/

Instagram: https://www.instagram.com/hamenofficial/

YouTube: https://www.youtube.com/hamenofficial

 

O FemMetal Awards traz as seguintes categorias: Melhor Banda, Melhor Álbum, Melhor Vocais Limpos, Melhor Vocais Agressivos, Melhor Instrumentista, Melhor Produção, Melhor Clipe e Melhor Artista Cover. Entre as indicadas estão, além da Hamen, as bandas Freak Injection, Illumishade, Matrimonium, Mobius, MoonSun, Null Positiv, ODC, Scarlet, Snow White Blood, Victoria K, Seven Spires, Eight Lives Down, Project Renegade, Surma, The Dark Element, Amberian Dawn, Rossometile, Ad Infinitum, Walking in Darkness, Thundermother, Hellena, Tape Shapes, Jaded Star, Arshenic, Murmur, Morphide, Mikaela Attard, The Hellfreaks, Abby L., Wicked Asylum, Sisters of Suffocation, Jasmine Cain, Witchcraft, Selenseas, Norwald, Mardelas, Scarlet Aura, Elisa Fortunato, Heina, Kim Melville, Lauren Babic, M. Drako, Rehn Stillnight, Ruby Bouzioti e Vicky Psarakis.

 

 

Por: Julia Ourique

Mais notícias

Educa Mais Brasil

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *