Candidato Mauro Mariani assume compromissos com Joinville em reunião do Conselho de Entidades Empresariais

O Conselho das Entidades Empresariais de Joinville, formado pela CDL, Acij, Acomac e Ajorpeme, recebeu nesta segunda-feira, dia 24 de setembro, o candidato a governador Mauro Mariani. Ele esteve na Acij acompanhado do candidato a vice-governador, Napoleão Bernardes, do senador Dário Beber e do prefeito de Joinville, Udo Döhler.

Presidente da CDL, Frederico Cardoso dos Santos (1º à esquerda) participou da reunião com o candidato Mauro Mariani, na Acij (Fotos: Divulgação)
Presidente da CDL, Frederico Cardoso dos Santos (1º à esquerda) participou da reunião com o candidato Mauro Mariani, na Acij (Fotos: Divulgação)

 

Rudi Soares, presidente da Acomac, destacou a relevância das propostas definidas pelo Conselho das Entidades. Mas explicou que o setor de lojas de materiais de construção tem pleitos específicos. Para o setor, que tem 8.500 lojas em Santa Catarina, ele sugeriu a renovação da Cesta Básica de Materiais para Construção, com alíquotas reduzidas, e a equidade no sistema de substituição tributária.

O presidente da Ajorpeme, Victor Cochella, solicitou o Juro Zero Estadual, no mesmo molde aplicado pelos MEIs; a ampliação do teto dos impostos estaduais para o Simples, para R$ 4,8 milhões de faturamento; na educação, investimentos no ensino médio e técnico, para gerar riqueza; e na área de transporte, investimentos em mobilidade urbana.

Frederico Cardoso dos Santos, presidente da CDL, apresentou como sugestões a execução de obras em parceria com o governo do Estado, cidadãos e empresas beneficiadas; apoio à revisão da legislação ambiental brasileira – “que tem regras engessadas que atrasam a realização de obras importantes”; tirar a aplicabilidade do Código Ambiental Florestal nas cidades; melhorar a Estrada Dona Francisca (sinalização adequada, poda do matagal, iluminação renovada); intensificar o combate ao contrabando e à pirataria, às feiras sem a devida licença, fazendo valer as leis existentes; apoiara revisão das leis de cartão de crédito e débito; criar lei para que recém-formados possam prestar serviços à sociedade, em retorno ao ensino público recebido; e apoiar a duplicação da BR-280, especialmente no gargalo entre Araquari e Barra do Sul.

Mariani assina o documento documento “Manifesto aos Candidatos”, entregue pelas entidades
Mariani assina o documento documento “Manifesto aos Candidatos”, entregue pelas entidades

Logo após, o presidente da Acij, João Joaquim Martinelli, fez a leitura do documento “Manifesto aos Candidatos”, com macropleitos para as causas da cidade: participação de Joinville no primeiro escalão, nas secretarias de Infraestrutura e Desenvolvimento Econômico; duplicação dos acessos à cidade, como Almirante Jaceguay, Ottokar Doerffel e Distrito Industrial; estadualização da Estrada Dona Francisca; resolução dos problemas enfrentados pelos Bombeiros Voluntários; compromisso com o Hospital Municipal São José e com a melhoria do sistema penitenciário da cidade, com aumento de vagas, unidade feminina etc.

 

Mauro Mariani falou de suas propostas caso eleito governador de Santa Catarina
Mauro Mariani falou de suas propostas caso eleito governador de Santa Catarina

 

Em resposta, Mariani disse que a segurança tem de ter sistemática e não pode ficar à mercê dos governadores de plantão, ao falar do efetivo da Polícia Militar de Joinville, que tinha 1.200 homens e diminuiu para 700 em dez anos. “Bombeiro Militar não tem o que fazer em Joinville. Estou ao lado dos Bombeiros Voluntários, que é um ícone na cidade”, também afirmou.

Sobre a área da saúde, propõe descentralizar o atendimento às especialidades, fortalecer as parcerias e a realização de mais mutirões de cirurgias. “Vamos em um ano acabar com a fila de cirurgias em Santa Catarina. Tem como reorganizar a estrutura hospitalar para desafogar hospitais como o São José”. A proposta de Mariani é fazer um complexo da saúde em Joinville.

Para o desenvolvimento econômico, Mauro Mariani sugere renúncia fiscal quando quiser trazer um novo setor produtivo ou mesmo para impulsionar a economia em uma região.

 

  • O candidato ao governo do Estado Décio Lima será recebido na Acij pelo Conselho das Entidades Empresariais no dia 1º de outubro.
Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *