Câmara autoriza empréstimo de R$ 200 milhões para a Prefeitura

Os vereadores aprovaram nesta quarta-feira (1°), em dois turnos de votação, autorização para a Prefeitura a contratar empréstimo de até R$ 200 milhões com o Banco do Brasil para obras de infraestrutura, principalmente pavimentação (Projeto de Lei Ordinária nº 262/2021).

 

Câmara autoriza empréstimo de R$ 200 milhões para a Prefeitura (Foto: Divulgação)
Câmara autoriza empréstimo de R$ 200 milhões para a Prefeitura (Foto: Divulgação)

 

Antes da votação no plenário,  os secretários de Administração e Planejamento (Seplan), Ricardo Mafra, e de Infraestrutura Urbana (Seinfra), Jorge Luiz Correia de Sá explicaram, em reunião conjunta de comissões, que 5% do dinheiro deverá ser usado na elaboração dos projetos executivos das obras e os outros 95%, nas obras propriamente.

Dos R$ 190 milhões que serão destinados às obras, 40%, ou R$ 76 milhões, serão investidos em pavimentação de ruas. O restante será usado na execução de pontes (20%, R$ 38 milhões), parques e passeios públicos (20%) e pavimentação comunitária (15%, R$ 28,5 milhões).

Durante a sessão ordinária, no espaço de discussão do projeto, vereadores parabenizaram a iniciativa da Prefeitura e aproveitaram para opinar sobre quais regiões da cidade precisam dos investimentos. Lucas Souza (PDT), por exemplo, apelou para o Executivo lembrar da zona sul, que, na visão dele, possui maior déficit de pavimentação em Joinville.

Pastor Ascendino (PSD) também citou a importância dos investimentos na zona sul, mas também mencionou ruas do Jardim Paraíso que ainda não possuem pavimentação.

Henrique Deckmann (MDB) avaliou que o município precisa se desenvolver, já que cresceu sem ter a infraestrutura necessária.

Líder do governo, Érico Vinicius (Novo) analisou que o empréstimo é uma ferramenta para resolver os 650 quilômetros de vias sem pavimentação em Joinville.

 

Erradicação da “pobreza menstrual”

O Projeto de Lei Ordinária nº 99/2021, que define diretrizes para a erradicação da chamada “pobreza menstrual” em Joinville, recebeu aprovação em segundo turno nesta quarta-feira. O texto, de autoria da vereadora Ana Lucia Martins (PT), prevê a promoção do acesso à informação e educação sobre a menstruação e sobre o uso de itens como absorventes, coletores ou outros produtos menstruais.

O projeto aprovado não determina como a Prefeitura deverá promover a distribuição, algo que deverá ser resolvido por decreto, se sancionado pelo prefeito.

 

 

Texto: Jeferson Luis dos Santos

Foto: Mauro Artur Schlieck

Mais notícias

Educa Mais Brasil

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *