Cadastro Positivo entra no ar e na ACIJ é possível checar pagamentos e reduzir riscos financeiros

 Cadastro Positivo entra no ar e na ACIJ é possível checar pagamentos e reduzir riscos financeiros
Cadastro Positivo entra no ar e na ACIJ é possível checar pagamentos e reduzir riscos financeiros

 

 

Entrou em vigor no dia 11 o Cadastro Positivo. Por meio dele bancos, comércios e outras instituições poderão ter acesso aos índices de gastos dos consumidores, quantidade de consultas realizadas em CPFs ou CNPJs, dados de pontualidade de pagamentos e a nota dada ao consumidor, o score. O Banco Central do Brasil autorizou no ano passado quatro empresas a disponibilizarem as informações: a Boa Vista SCPC, a Serasa Experian; a SPC Brasil; e a Quod.

Na Associação Empresarial de Joinville (ACIJ) os associados poderão ter acesso à base de dados da Boa Vista SCPC; o acesso ao serviço não tem custo, paga-se somente a consulta. Também é possível realizar a negativação e, com ela, efetuar a cobrança de débitos e há possibilidade de analisar as operações financeiras de fornecedores e clientes. O custo da checagem é a partir de R$ 5 reais; no ano passado mais de 750 pessoas foram atendidas pessoalmente no balcão da entidade.

O consumidor também pode solicitar que o seu nome não seja incluído no Cadastro Positivo no site www.consumidorpositivo.com.br ou pelo telefone 3003-0101. No decorrer dos meses, pessoas que não têm conta em bancos também serão incluídas na análise de pagamentos, como exemplo, contas de água, luz e telefone. Mais informações podem ser obtidas em http://www.acij.com.br/solucoes-empresariais/boa-vista-scpc.

 

 

Boa Vista SCPC

A Boa Vista foi criada há mais de 60 anos como Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC), sendo precursora do Cadastro Positivo, é referência no apoio à tomada de decisão em todas as fases do ciclo de negócios: prospecção, aquisição, gestão de carteiras e recuperação. Não conta no registro o salário ou faturamento, saldos bancários, estabelecimentos de compras e limites de cartões.

 

 

 

Por: ACIJ Notícias

Mais notícias

Educa Mais Brasil

 

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *