canal_cidade

Assistência Social de Joinville reúne interessados em participar da Feira Dona Francisca

Brasília – Brasília sedia o 9º Salão do Artesanato. (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

 

Nesta terça-feira (5), cerca de 90 pessoas participaram da primeira reunião realizada pelo Centro Público de Atendimento aos Trabalhadores de Joinville – Cepat, Unidade da Secretaria de Assistência Social (SAS), para planejamento da nova Feira Dona Francisca, que deve estrear na segunda quinzena de março, na região central da cidade.

O evento tem o objetivo de proporcionar aos empreendedores que participam da incubadora pública Join.Cubo, de grupos e associações do movimento Economia Solidária e aos alunos dos cursos de artesanato oferecidos pelo Cepat, a oportunidade de comercializar os seus produtos e colocar em prática o que aprendem nas capacitações.

“A Feira Dona Francisca servirá como laboratório de comercialização. Ensinamos aos nossos alunos todo o processo de formação, desde atendimento ao cliente até técnicas de precificação. E eles relatavam que faltava essa experiência prática, um canal de escoamento de produto. Com a feira também poderemos analisar o que podemos melhorar na formação dos nossos alunos”, explica a gerente de Fomento à Geração de Emprego e Renda do Cepat, Lisielen Goulart.

A Feira Dona Francisca será realizada no passeio público na confluência das ruas 15 de Novembro e Dona Francisca, ao lado do Terminal Central. O evento deverá acontecer quinzenalmente, sempre às quintas-feiras, das 9 às 16 horas. Serão disponibilizados vinte espaços para exposição que poderão oferecer mais de um produto ou serviço.

E Lisielen completa: “Trabalhamos a questão da coletividade e na reunião de preparação também trazemos essa ideia, para que as pessoas possam dividir os espaços e, assim, contemplar mais empreendedores”.

Para o secretário de Assistência Social de Joinville, Vagner Ferreira de Oliveira, além de uma nova atração para o público, a Feira Dona Francisca concretiza a premissa de trabalho da SAS que é promover a autonomia e a inserção das pessoas ao mercado de trabalho.

“Oferecemos à comunidade a porta de entrada aos serviços sociais por meio dos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS) e a geração de renda, que representa a porta de saída. Com inciativas como a incubadora Join.Cubo, conseguimos ajudar a emancipar as pessoas”, declarou o secretário.

 

Join.Cubo

A Join.Cubo é a incubadora pública criada pela Prefeitura de Joinville (SC), por iniciativa do Serviço de Incentivo às Organizações Produtivas (SIOP), vinculado à SAS, com o objetivo de levar ao empreendedor maior entendimento sobre o que é empreender e como fazer a gestão mais segura para fortalecer o seu negócio e conquistar mercado.

Em atividade desde 2016, a Join.Cubo conta atualmente com cerca de 60 alunos, distribuídos em três turmas que ocupam diferentes módulos da formação.

 

Mais notícias

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *