catolica

Arquiteta formada pela Católica SC fala sobre como a profissão realiza os sonhos de seus clientes e seus próprios sonhos

Durante o ensino médio, Luana Cristina Steffens (https://www.linkedin.com/in/luana-steffens-2a8ba61a5/) cursou um técnico em Produção de Moda e descobriu uma habilidade para a comunicação visual. “Transmitia sentimentos e sensações a partir de imagens, desenhos, formas, materiais e diagramas. Nesse caso, por meio da vestimenta. Quando finalizei o curso, encontrei na Arquitetura e Urbanismo a possibilidade de comunicar sobre e para as pessoas por meio dos espaços construídos”, explica. “Ao pesquisar um pouco mais a fundo sobre a profissão, não tive dúvidas sobre a sua importância: é ela que pensa de forma adequada nos espaços que serão utilizados por todas as outras profissões”, complementa.

 

Arquiteta formada pela Católica SC fala sobre como a profissão realiza os sonhos de seus clientes e seus próprios sonhos
Arquiteta formada pela Católica SC fala sobre como a profissão realiza os sonhos de seus clientes e seus próprios sonhos (Foto: Divulgação)



Luana escolheu a unidade de Joinville da Católica de Santa Catarina para fazer o bacharel. Durante a graduação, estagiou em um escritório que trabalhava com projetos residenciais e comerciais de alto padrão. “Aprendi muito a parte de detalhamento técnico e soluções projetuais”, conta. Além disso, desenvolveu habilidade com design gráfico e trabalhou com desenvolvimento de identidade visual e espaços construídos de marcas. O ápice da formação veio com o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC): “Trouxe uma bagagem incrível, cujo utilizo até hoje. Além de me premiar como um dos melhores trabalhos do Estado de Santa Catarina, ganhei o segundo lugar”.

A jovem concluiu o nível superior em abril de 2017, com muitas possibilidades de atuação. “A Arquitetura e Urbanismo transforma positivamente e diretamente na vida das pessoas e do meio ambiente. Não tenho dúvidas sobre a minha escolha, sou muito feliz fazendo o que faço. Após quatro anos de formada, descobri que amo projetar o lar das pessoas: projetos residenciais. A felicidade surge a cada brilho nos olhos ao apresentar um projeto para um cliente, para uma família, ou na entrega de uma obra com tudo transformado”, avalia. E o que não falta é mercado: “Hoje trabalho sozinha, mas quero formar uma equipe para conseguir atender melhor a demanda de projetos”, planeja.

Embora tenha optado por se especializar em um segmento específico da profissão, a arquiteta ressalta a amplitude das possibilidades de atuação. “Não precisa projetar casas, desenhar bem a paisagem, ou lidar com interiores e obras se não gostar. O profissional pode trabalhar na criação de produtos, na aprovação de projetos e no gerenciamento de processos. Também não precisa lidar com residências se gosta mais do comercial, ou do varejo e do industrial”, pondera.

Para quem ainda não sabe qual caminho trilhar, Luana deixa alguns conselhos: “pesquise ao máximo sobre as atribuições do arquiteto e acompanhe a rotina de alguns escritórios de arquitetura. Hoje, as ferramentas on-line permitem muito isso. Seria legal também visitar um escritório, com certeza é uma ótima experiência. E último, mas não menos importante: tenha em mente que a arquitetura tem a ver com o servir os outros por meio do projeto do ambiente construído, e não ser um artista que projeta para suas próprias ideias”.



Área em alta

A Catho, empresa de recrutamento on-line, fez um levantamento das áreas que apresentaram maior crescimento nas vagas abertas. O estudo comparou os números de fevereiro deste ano em relação ao mesmo mês de 2020, antes da pandemia. A área que lidera o ranking é a de Arquitetura e Design, com um aumento de 153%.



A formação da Católica SC

No Enade 2019, o curso de Arquitetura e Urbanismo da Católica SC foi eleito como o melhor de Joinville e região e o segundo melhor curso privado do Brasil dentre os centros universitários privados sem fins lucrativos. Ao longo de cinco anos, com aulas na modalidade presencial, os acadêmicos são capacitados para analisar, conceituar, planejar, projetar, dirigir, executar, ensinar e pesquisar espaços. O conhecimento construído permite ao bacharel atuar em empresas de construção civil, urbanização e paisagismo, em escritórios de arquitetura e urbanismo, em órgãos públicos ou em laboratórios de pesquisa científica e tecnológica e como profissional autônomo, em empresa própria ou prestando consultoria.

Os alunos contam com laboratórios equipados, voltados para a prática do projeto arquitetônico de edifícios, paisagens e ambientes, além de salas específicas para servir de apoio às atividades de pesquisa e extensão. O próprio campus da Católica SC em Joinville é um canteiro escola para as disciplinas de Conservação e Restauro do curso de Arquitetura e Urbanismo. Nos prédios já restaurados, é possível visualizar ações de preservação realizadas, e nos que ainda não foram restaurados, funcionam como espaços de experimentação e vivência.

“Utilizamos as instalações e os prédios históricos para apresentar como é feito na prática um trabalho de restauro no Patrimônio Cultural, desde a compreensão do que é o patrimônio até as especificidades das técnicas que tentamos resgatar e ensinar”, conta Laura Bahia Ramos Moure, professora e coordenadora do Escritório Modelo de Arquitetura (ModAU).

As atividades ocorrem desde a primeira disciplina ofertada de Conservação e Restauro. A turma de formandos de 2016, já em 2014, acessou a Casa Wetzel para as práticas iniciais de levantamento arquitetônico, da elaboração de mapeamento de danos in loco, com a execução de prospecções estratigráficas e construtivas, a proposição de ações de reparação e a experimentação das práticas.

“Dependendo da disciplina e sua ementa, escolhemos no campus a edificação que melhor se encaixaria nas práticas – levantamento arquitetônico e de patologias (mapeamento de danos), levantamento fotográfico, pesquisa histórica, prospecções estratigráficas, elaboração dos projetos de restauro e de adaptação a novos usos”, explica Laura. “Essas ações são fundamentais por possibilitar as práticas e vivência do que é trabalhado em sala, na teoria. Inclusive o próprio ModAU trabalhou ativamente na Casa Wetzel, mais importante edificação do conjunto, conseguindo, inclusive, desenvolver com grande sucesso o material que subsidiou o projeto de restauro da edificação”, acrescenta.

 

 

Por: Católica SC

Mais notícias

Educa Mais Brasil

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *