canal_cidade

Apolo Calçados comemora 50 anos

Apolo Calçados comemora 50 anos
Apolo Calçados comemora 50 anos

 

Assim como a cidade de Joinville, Gonçalo Nascimento, a sócia Waldelourdes Brandão e os filhos Alexandre e Andrea têm muito a comemorar em março. Este é também o mês de aniversário do comércio da família, a Apolo Calçados, que completa 50 anos nesta terça-feira, 19 de março.

Para marcar a data, colaboradores e fornecedores participaram de um café. Também foi lançada a campanha “50 anos Apolo, 50 mil reais em prêmios para você”, com a previsão de vários sorteios entre os clientes das nove lojas da rede Apolo.

O nome remete a um dos projetos de maior sucesso do século passado, a Apolo 11. A nave pousou em solo lunar em 20 de julho de 1969, mas alguns meses antes, aproveitando o assunto da época, Gonçalo e Waldelourdes resolveram inaugurar o embrião da rede de lojas que, 50 anos depois, é conhecida por praticamente todos os joinvilenses.

A primeira Apolo Calçados foi aberta em uma sala alugada de 36 metros quadrados na avenida Getúlio Vargas. Hoje, a rede tem nove lojas espalhadas por Joinville e cerca de 90 funcionários.

Gonçalo do Nascimento, que chegou em Joinville em 1960, vindo de Tijucas, está afastado da administração dos negócios, que são comandados pelos filhos Alexandre Brandão Nascimento e Andrea Brandão e por Walderlourdes.

 

De professores a comerciantes

A história da Apolo Calçados, na verdade, teve início dois anos antes, conforme está relatado no livro “Construindo Joinville – Volume 2”, editado em 2011 por Ademir José Demétrio, Adilson Gomes de Oliveira e Fabíola Possamai.
“Waldelourdes Brandão e Gonçalo Arnoldo Nascimento, então professores na década de 60, sabiam que suas vidas tinham horizontes mais amplos (…). Assim, a partir de 1967, resolvem reunir suas economias e tornam-se ambulantes de calçados, como se dizia na época, com a preciosa ajuda de um fusquinha que, abarrotado de produtos, fazia o caminho de São João Batista, polo industrial de calçados. Para crescer, ampliam o pequeno apartamento onde moravam, na avenida Getúlio Vargas, para melhor atender aos clientes e estocar os produtos”, destaca o livro.

Com a pequena loja de 36 metros quadrados bastante movimentada e prevendo um futuro promissor, Waldelourdes deixou o magistério, enquanto Gonçalo decidiu permanecer até o final de 1977 como diretor do Colégio Elias Moreira. Com a renda do trabalho pagava as contas da casa, e o lucro com os calçados era reinvestido no próprio negócio, segundo consta no livro.

Em 1974, a Apolo Calçados foi instalada em prédio próprio, agora em área de 250 metros quadrados, na avenida Getúlio Vargas. Em 1977, foi para o Centro de Joinville, inaugurando nos anos seguintes as filiais Apolo Center, Apolo Magazine, Skina Apolo, Apolo Sport e Calçados Ideal. A expansão não parou, com a Apolo chegando em diversos bairros.

 

Liderança e reconhecimento

O empreendedorismo do casal Gonçalo e Waldelourdes ganhou o reconhecimento da cidade, com a conquista de prêmios como o Top of Mind (por várias vezes) e o Prêmio Joinville de Marcas. Participante ativo de entidades de classe, presidiu o Sindicato do Comércio Varejista de Joinville e Região de 1992 a 2004 e também a Câmara de Dirigentes nas gestões de 1981/1982 e 1988/1989.

Alexandre Brandão seguiu os passos de sucesso do pai, tanto no comércio da família quanto na liderança comunitária. Desde muito cedo Alexandre Brandão se dividia entre estudos e trabalho. “Passei por todos os estágios da loja, desde repositor de mercadorias, gerente de loja e, depois de muito tempo, conquistei a vaga de administrador, após meu pai concluir que aquele era o melhor momento”, lembra.

O empresário já contabiliza 27 anos de atividades na Apolo. Hoje, ele é diretor-financeiro, enquanto a irmã e a mãe são responsáveis pelas compras. E a exemplo do pai, presidiu a CDL de Joinville em duas gestões: 1998/1999 e 2000/2001.

 

Mais notícias

 

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *