Águas de São Francisco do Sul realiza audiência pública no Majorca

Águas de São Francisco do Sul realiza audiência pública no Majorca
Águas de São Francisco do Sul realiza audiência pública no Majorca

 

A comunidade do bairro Majorca, a representante do Ministério Público e representantes do governo municipal participaram esta semana de uma apresentação feita pela Águas de São Francisco do Sul sobre a implantação da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) da região das praias.  Esta foi a terceira reunião pública realizada pela concessionária para esclarecer dúvidas da população sobre a implantação da ETE. O evento foi realizado na Escola Básica Municipal Ida Beatriz Brunato de Camargo, no Majorca.

A construção da ETE faz parte do primeiro sistema público de coleta e tratamento de esgoto de São Francisco do Sul que visa levar mais qualidade de vida e saúde para os francisquenses.

“Nosso objetivo é fazer com que todos saibam deste sistema e do impacto positivo para a cidade, a população e o meio ambiente”, explicou Ricardo Miranda, diretor-presidente da concessionária. “A empresa faz questão de discutir o tema publicamente e de forma transparente. A concessionária tem a obrigação de universalizar o serviço de coleta e tratamento de esgoto e podemos afirmar que, uma vez implantado todo o sistema e em plena operação, vamos despoluir a cidade”, completa Ricardo.

Após a apresentação, os participantes puderam fazer perguntas sobre a implantação da ETE. Com a aprovação da Licença Ambiental Prévia (LAP), o projeto segue agora os trâmites legais para a obtenção da Licença de Ambiental de Instalação (LAI). A expectativa é que a Águas de São Francisco do Sul consiga cumprir todas as condicionantes necessárias para a próxima etapa de liberação dentro de 60 dias.

Com a ETE, todo o volume de esgoto in natura que hoje é despejado nos rios, praias e outros locais – mais de 5 milhões de litros por dia – terão a destinação correta. Outro benefício do sistema será a desobstrução da rede de drenagem que hoje recebe efluentes não tratados e ligações clandestinas de esgoto.  A concessionária vai gerar diversos empregos diretos e indiretos com a implantação e tem o compromisso de priorizar os moradores locais.

A concepção do sistema de coleta e tratamento de esgoto de São Francisco do Sul abrange quatro estações: a do Majorca, para tratar da região das praias; uma para tratar da região central; uma para o Ervino, e outra para a Vila da Glória. Em todo o país, somente 10% do esgoto coletado é tratado, todo o restante é lançado nos rios.

 Saiba mais

 O projeto desenvolvido para São Francisco do Sul prevê aproximadamente 90 quilômetros de rede coletora de esgoto, a construção de uma estação com alta eficiência e tecnologia com padrão de lançamento acima de 90% de tratamento e desinfecção e com a característica de tratamento sem odor. O sistema será fundamental para a balneabilidade das praias, preservação do meio ambiente e saúde da população.

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *