Accountech, da ROIT BANK, vence DemoDay e garante aporte da CapTable

A Startup Accountech, que integra o grupo ROIT BANK, venceu o DemoDay e, com isso, garantiu aporte da CapTable. Serão R$ 500 mil investidos na aceleração da companhia.

A ROIT BANK se posiciona como única Fintech para as Médias e Grandes Empresas oferecendo contabilização, auditoria fiscal de entradas em tempo real e outros.

Já o DemoDay é um evento realizado pelo maior festival de tecnologia do mundo: a Campus Party Brasil, em parceria com a Prefeitura de São Paulo.

Accountech, da ROIT BANK, vence DemoDay e garante aporte da CapTable

ROIT BANK – Accountech

De acordo com a startup, além do aporte, a Accountech receberá mentoria e um stand na próxima edição da Campus presencial.

Já a CapTable é uma plataforma considerada referência em investimentos em inovação no Brasil que seleciona startups com grande potencial de serem os próximos unicórnios e traz a pessoas comuns a possibilidade de investimento em novos negócios.

Desde a sua criação, conquistou a confiança de mais de quatro mil investidores que aportaram cerca de R$ 30 milhões em startups.

A Accountech, por sua vez, desenvolve soluções em tecnologia para contabilidade e finanças.

  • Conheça o Eleve CRM, nossa solução para vendas complexas

Na pegada da inovação

CEO e fundador da startup, Renan Araújo disse que para a startup, essa conquista significa mais uma importantíssima validação do modelo de negócio empreendido.

“Também valida do nosso propósito de construir um Hub que centraliza benefícios para empresas, colaboradores e parceiros”, destacou.

Vale ressaltar que este não foi o primeiro aporte recebido pelo People Club. Em dezembro, a startup foi selecionada pela Relp Aceleradora, empresa criada pelo fundador da China in Box, Robinson Shiba. “Nascemos em um ano difícil, de adversidades, marcado pela pandemia [de Covid-19]. Mesmo com as dificuldades, consolidamos o empreendimento e estamos prontos para a expansão”, afirmou Araújo.

Projeções

Segundo o executivo, a companhia tem metas ambiciosas. O modelo já alcança mais de 17 mil pessoas em todo o Brasil e projeta chegar aos 50 mil usuários até o fim do ano, além de 200 empresas conectadas e um GMV superior a 2MM (volume movimentado através do hub).

“Sonhamos muito alto e o preço que se paga por sonhar alto é esse longo caminho cheio de desafios e constantes validações. Temos uma jornada de evolução do produto extremamente relevante e com um conceito único. Pretendemos conquistar autoridade e relevância em uma missão de apoio às empresas, com o objetivo de escalar a gestão de benefícios de forma centralizada e mais eficiente, buscando, ainda, economia e condições competitivas, aumentando o budget das empresas, fortalecendo o poder de compra do colaborador e promovendo o acesso a este mercado para parceiros e lojas conveniadas”, frisou.

Compartilhe
Entidade:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *